NBR9741 – Colhedora autopropelida de grãos
Define termos empregados na designação das colhedoras autopropelidas de grãos e de suas partes constituintes principais.

NBR9742 – Colhedora de grãos
Classifica colhedoras de grãos em função do sistema de propulsão, acionamento dos órgãos ativos, rodado, engate da plataforma, regulagem da altura de corte, tipo de barra segadora, aplicação, sistemas de trilha, de retrilha e de separação.

NBR9743 – Semeadora de fluxo contínuo em linha – Ensaio de laboratório
Prescreve métodos de ensaio de desempenho, obrigatório e facultativo, de semeadoras de fluxo contínuo em linha realizados em laboratórios; se aplica também a protótipos e modelos de fabricação seriada, devendo este fato ser declarado pelo fabricante ou co

NBR9744 – Peneiras para ensaios de minério de ferro e seus aglomerados
Fixa características técnicas e os métodos para a aferição das malhas quadradas e do diâmetro dos fios das telas, das peneiras de tecidos metálicos usados em análise granulométricas de minério de ferro e seus aglomerados.

NBR9745 – Coque – Determinação da massa específica real
Prescreve método para determinação da massa específica real do coque.

NBR9746 – Coque – Determinação da massa específica aparente
Prescreve método para determinação da massa específica aparente do coque.

NBR9747 – Coque – Determinação de porosidade
Prescreve método para determinação de porosidade no coque.

NBR9748 – Tratamento térmico de esferoidização de fio-máquina para conformação a frio
Fixa condições exigíveis ao tratamento térmico de recozimento para esferoidização em bobina de fio-máquina de aço, a fim de garantir as características que se deseja obter ao final do tratamento térmico, para posterior aplicação de conformação a frio.

NBR9749 – Materiais refratários – Determinação da resistência à compressão, à temperatura ambiente, de canais e luvas cilíndricas
Prescreve método de determinação da resistência à compressão, à temperatura ambiente, de canais e luvas cilíndricas refratárias.

NBR9750 – Material refratário – Determinação da resistência à compressão à temperatura ambiente de concretos refratários 6 horas após adição de água
Prescreve método para avaliação do comportamento de concretos refratários densos baseado na resistência à compressão à temperatura ambiente 6 horas após adição de água.

NBR9751 – Laringoscópio – Lâmpadas elétricas miniatura – Rosca e porta-lâmpadas
Fixa condições mínimas exigíveis para fabricação de rosca de lâmpadas miniatura e porta-lâmpadas, usados nas lâminas dos laringoscópios com articulação cabo-lâmina.

NBR9752 – Seringas de plástico estéreis e de uso único para uso manual – Especificação
Fixa condições exigíveis para as seringas hipodérmicas de material plástico, estéreis e de uso único para uso manual, destinadas a uso médico.

NBR9753 – Escalpe estéril e de uso único – Requisitos e métodos de ensaio
Fixa características exigíveis para escalpe estéril e de uso único, destinado ao uso médico hospitalar. Não se aplica a qualquer outro tipo de produto intravenoso.

NBR9754 – Laringoscópio – Encaixe articulado cabo-lâmina
Fixa condições mínimas exigíveis para fabricação da articulação cabo-lâmina de laringoscópio a ser empregada em laringoscopia direta em seres humanos.

NBR9755 – Açúcar refinado – Determinação do teor de açúcares redutores pelo método de Lane e Eynon
Prescreve método para determinação de açúcares redutores em açúcar refinado cujo teor seja igual ou superior a 0,33 por cento m/m.

NBR9756 – Açúcar refinado – Determinação do teor de açúcares redutores pelo método de Knight e Allen
Prescreve método para determinação de açúcares redutores em açúcar refinado, cujo teor esteja situado entre (0,001 e 0,020) por cento m/m.

NBR9757 – Açúcar – Determinação da turbidez
Prescreve método para determinação da turbidez em açúcar cristal, refinado e líquido.

NBR9758 – Cana-de-açúcar – Determinação do brix no caldo
Prescreve método para determinação do teor de sólidos solúveis (Brix) em caldo-de-cana de açúcar.

NBR9759 – Cana-de-açúcar – Determinação da polarização (POL) do caldo-de-cana
Prescreve método para determinação da polarização (POL) de caldo-de-cana.

NBR9760 – Cana-de-açúcar – Determinação de fibra
Prescreve método para determinação do teor de fibra na cana-de-açúcar.

NBR9761 – Cana-de-açúcar – Determinação de açúcares totais no caldo
Prescreve método para determinação de açúcares totais no caldo-de-cana.

NBR9762 – Veículo rodoviário de carga – Terminologia
Define veículo rodoviário de carga e seus elementos, caminhão e implemento rodoviário, conforme esquema apresentado na figura 1.

NBR9763 – Aços para perfis laminados, chapas grossas e barras, usados em estruturas fixas
Fixa composição química e as propriedades mecânicas dos aços-carbono, aços de baixa liga e alta resistência mecânica e aços de baixa liga e alta resistência mecânica e à corrosão atmosférica, destinados a construções rebitadas, parafusadas e soldadas de p

NBR9764 – Produto plano laminado de aço inoxidável – Embalagem e marcação
Padroniza características gerais de embalagem a ser utilizada em produtos planos laminados de aço inoxidável, bem como a marcação destes produtos.

NBR9765 – Resinas fenólicas para fundição – Determinação do teor de formol livre
Prescreve método para determinação do teor de formol livre em resinas fenólicas para fundição.

NBR9766 – Tintas para fundição – Determinação do índice de separação e sedimentação da fase sólida
Prescreve método para determinação do índice de separação e sedimentação da fase sólida das tintas para fundição.

NBR9767 – Areia-base para fundição – Determinação do teor de argila total por sifonamento
Prescreve método para determinação do teor de argila total da areia-base para fundição, por sifonamento.

NBR9768 – Materiais em pó usados em fundição – Determinação do teor de partículas grossas
Prescreve método para determinação do teor de partículas grossas em materiais pulverulentos.

NBR9769 – Tratamento térmico de normalização de barras, laminadas ou forjadas de aço-carbono e aço ligado
Fixa condições exigíveis ao tratamento térmico de normalização de barras laminadas ou forjadas de aço-carbono e aços ligados a fim de garantir a seqüência de execução de tratamento térmico e as características mecânicas das barras, após o tratamento.

NBR9770 – Alumínio e suas ligas – Determinação do chumbo pelo método eletrolítico (gravimétrico)
Prescreve método de determinação do chumbo em alumínio e suas ligas, cujo teor em chumbo esteja entre 0,03 porcento a 1,0 porcento.

NBR9771 – Exame e avaliação da corrosão por pite
Fixa condições exigíveis para identificação, exame e avaliação da corrosão por pite.

NBR9772 – Materiais não-metálicos – Avaliação das modificações nas características dos materiais em contato com combustível
Prescreve método para avaliação das modificações ocorridas nas características de elastômeros, materiais sintéticos termoplásticos, termofixos e outros materiais não-metálicos, resultantes do contato com combustíveis líquidos, nas fases líquida e/ou vapor

NBR9773 – Agregado – Reatividade potencial de álcalis em combinações cimento-agregado
Determina susceptibilidade de combinações cimento-agregado a reações expansivas, nas quais intervenham álcalis (sódio e potássio).

NBR9774 – Agregado – Verificação da reatividade potencial pelo método químico
Prescreve método químico para verificação da reatividade potencial de agregados com álcalis de cimento portland.

NBR9775 – Agregados – Determinação da umidade superficial em agregados miúdos por meio do frasco de Chapman
Prescreve método para determinação da umidade superficial em agregados miúdos pelo frasco de Chapman.

NBR9776 – Agregados – Determinação da massa específica de agregados miúdos por meio do frasco Chapman (NOTA:ERRATA INCORPORADA)
Prescreve método para determinação da massa específica de agregados miúdos para concreto pelo frasco de Chapman.

NBR9777 – Agregados – Determinação da absorção de água em agregados miúdos
Prescreve métodos para determinação da absorção de água em agregados miúdos na condição saturado, superfície seca, destinados ao uso em concreto.

NBR9778 – Argamassa e concreto endurecidos – Determinação da absorção de água por imersão – Indice de vazios e massa específica
Prescreve modo pelo qual deve ser executado o ensaio para determinação da absorção de água, através de imersão, do índice de vazios e massa específica de argamassa e concreto endurecidos.

NBR9779 – Argamassa e concreto endurecidos – Determinação da absorção de água por capilaridade
Prescreve método para determinação da absorção de água, através da ascenção capilar, de argamassa e concreto endurecidos.

NBR9780 – Peças de concreto para pavimentação – Determinação da resistência à compressão
Fixa condições que devem ser obedecidas para determinação da resistência à compressão de peças pré-moldadas de concreto destinadas à pavimentação de vias urbanas, pátios de estacionamento ou similares.

NBR9781 – Peças de concreto para pavimentação
Fixa as condições exigíveis para a aceitação de peças pré-moldadas de concreto, destinadas à pavimentação de vias urbanas, pátios de estacionamento ou similares.

NBR9782 – Ações em estruturas portuárias, marítimas ou fluviais
Fixa valores representativos das ações que devem ser consideradas no projeto de estruturas portuárias, marítimas ou fluviais.

NBR9783 – Aparelhos de apoio de elastômero fretado
Fixa condições exigíveis para aceitação ou rejeição de aparelhos de apoio de elastômero fretado.

NBR9784 – Aparelho de apoio de elastômero – Compressão simples
Prescreve método pelo qual deve ser realizado o ensaio de compressão simples em aparelho de apoio de elastômero.

NBR9785 – Aparelho de apoio de elastômero – Distorção
Prescreve método de ensaio de distorção em aparelho de apoio de elastômero.

NBR9786 – Aparelho de apoio de elastômero – Deslizamento
Prescreve método pelo qual deve ser realizado ensaio de deslizamento em aparelho de apoio do tipo deslizante.

NBR9787 – Suspiro para construção naval.

NBR9788 – Suspiro para construção naval – Formatos e dimensões
Padroniza formatos e dimensões de suspiro para construção naval.

NBR9789 – Cabo de fios sintéticos – Especificação
Fixa os requisitos exigíveis para a fabricação e aceitação de cabos de fios sintéticos.

NBR9790 – Cabo de fios sintéticos e naturais – Determinação de características físicas e mecânicas
Especifica para diferentes tipos de cabos, um método para se determinar as seguintes características: massa líquida por metro; torção; alongamento e resistência à tração.

NBR9791 – Velocidade de fluxo em tubulações de aço para construção naval
Fixa os valores recomendáveis da velocidade de fluxo em tubulações de aço de uso naval.

NBR9792 – Torres de resfriamento de água – Teste para verificação do desempenho em torres de tiragem mecânica
Prescreve métodos e instrumentação a serem empregados na determinação do desempenho de torres de resfriamento de água, de tiragem mecânica.

NBR9793 – Tubo de concreto simples de seção circular para águas pluviais
Fixa condições exigíveis para aceitação de tubo de concreto simples de seção circular, destinada à condução, sob pressão atmosférica, de águas pluviais e de líquidos não agressivos.

NBR9794 – Tubo de concreto armado de seção circular para águas pluviais
Fixa condições exigíveis no recebimento de tubo de concreto armado de seção circular, destinado à condução de líquidos não agressivos, sob pressão atmosférica, de águas pluviais e de líquidos não agressivos.

NBR9795 – Tubo de concreto armado – Determinação da resistência à compressão diametral
Fixa método pelo qual deve ser feita a determinação da resistência à compressão diametral de tubos de concreto armado.

NBR9796 – Tubo de concreto – Verificação da permeabilidade
Prescreve método de verificação da permeabilidade de tubos de concreto, destinados à condução de líquidos não agressivos, sob pressão atmosférica.

NBR9797 – Tubo de aço-carbono eletricamente soldado para condução de água de abastecimento (NOTA:ERRATA INCORPORADA)
Fixa condições exigíveis para fabricação de tubos de aço-carbono, destinados à condução de água de abastecimento, eletricamente soldados.

NBR9798 – Conexão de polipropileno (PP) para junta mecânica para tubos de polietileno PE-5 para ligações prediais de água
Fixa condições exigíveis para o recebimento de conexões de polipropileno (PP) para junta mecânica (JM) para tubos de polietileno PE-5 para ligações prediais de água.

NBR9799 – Conexão de polipropileno – Verificação da estabilidade térmica
Prescreve método para verificação da estabilidade térmica em estufa de conexões de polipropileno (pp) moldadas por injeção, para condução de água sob pressão.

NBR9800 – Critérios para lançamento de efluentes líquidos industriais no sistema coletor público de esgoto sanitário
Estabelece critérios para o lançamento de efluentes líquidos industriais no sistema coletor público do esgoto sanitário.

NBR9801 – Preparação da placa de borracha vulcanizada para ensaios físicos e químicos
Fixa condições exigíveis para processar e vulcanizar compostos de borracha com a finalidade de se obter placa de onde são retirados os corpos-de-prova para ensaios físicos e químicos.

NBR9802 – Cálculo de mola helicoidal cilíndrica a compressão de ação progressiva para suspensão de veículos rodoviários
Fixa condições recomendáveis para a execução de cálculos de molas helicoidais cilíndricas à compressão de ação progressiva, de barras de seção variável (cônica e cilíndrica) de diâmetro externo constante ou, diâmetro médio constante ou diâmetro interno co

NBR9803 – Medição da velocidade de impacto nos ensaios de colisão de veículos rodoviários
Estabelece critérios de precisão na medição da velocidade de impacto nos ensaios de colisão de veículos rodoviários automotores e indica diversas modalidades conceitualmente diferentes de como proceder para obter resultados compatíveis com os padrões de p

NBR9804 – Autoclave hospitalar
Fixa condições mínimas exigíveis na aceitação e/ou recebimento de autoclaves hospitalares de câmara dupla, para esterilização e secagem de tecidos, instrumentos e utensílios em geral.

NBR9805 – Glossário multilíngüe brasileiro ferroviário – Roda
Define termos empregados em roda para veículo ferroviário.

NBR9806 – Glossário multilingüe brasileiro ferroviário – Eixo
Define termos empregados em eixo para veículo ferroviário.

NBR9807 – Tubos de PVC rígido defofo com junta elástica PN 125 para sistemas fixos de irrigação
Fixa condições exigíveis para tubos de PVC rígido fabricados com diâmetro externo equivalente ao dos tubos de ferro fundido (DEFOFO), e respectivas juntas elásticas, destinados à aplicação em sistemas fixos enterrados de irrigação sob pressão até 1,25 MPa

NBR9808 – Junta elástica defofo PN-125 de tubos de PVC rígido para sistemas permanentes de irrigação – Verificação do desempenho
Prescreve método de verificação do desempenho de juntas elásticas (JE) de tubos de PVC rígido com diâmetro equivalente ao dos tubos de de ferro fundido, do tipo ponta lisa e bolsa com anel de borracha (PBA), destinados à aplicação em sistemas permanentes

NBR9809 – Tubos de alumínio PN 80 com junta de engate rápido para irrigação
Fixa condições exigíveis para tubos de alumínio e respectivas juntas elásticas de engate rápido empregado na condução de água, à temperatura não superior a 40 graus Celsius, nos sistemas de irrigação cuja pressão seja no máximo 0,8 MPa.

NBR9810 – Tubos de alumínio para irrigação – Determinação da resistência à pressão hidrostática interna de curta duração
Prescreve método para verificação da resistência à pressão hidrostática interna de curta duração dos tubos de alumínio para irrigação.

NBR9811 – Junta elástica de engate rápido de tubos de alumínio PN 80 para irrigação – Verificação do desempenho
Prescreve método para verificação do desempenho das juntas elásticas de engate rápido de tubos de alumínio PN 80 para irrigação.

NBR9812 – Tubos de alumínio para irrigação – Determinação da tensão de escoamento, tensão de ruptura e do alongamento
Prescreve método pelo qual deve ser executado o ensaio de tração em tubos de alumínio para irrigação, para determinação das tensões de escoamento, ruptura e alongamento.

NBR9813 – Solo – Determinação da massa específica aparente “In Situ”, com emprego de cilindro de cravação
Prescreve método para a determinação da massa específica aparente do solo ‘in situ’, com emprego do cilindro de cravação, sendo aplicável somente a solos de granulação fina, isentos de pedregulhos, coesivos e não muito duros.

NBR9814 – Execução de rede coletora de esgoto sanitário
Fixa condições exigíveis para a construção de rede coletora de esgoto sanitário com tubos pré-fabricados, de seção circular.

NBR9815 – Conexões de junta elástica para tubos de PVC rígido para adutoras e redes de água – Tipos
Padroniza tipos de conexões de junta elástica, utilizadas na execução de adutoras e redes de água enterradas, com tubos de PVC rígido.

NBR9816 – Piscina
Define termos empregados em piscinas.

NBR9817 – Execução de piso com revestimento cerâmico
Fixa condições exigíveis para execução, fiscalização e recebimento de piso com revestimento cerâmico.

NBR9818 – Projeto de execução de piscina (tanque e área circundante)
Fixa as condições exigíveis quanto à maneira e aos critérios pelos quais devem ser projetados e construídos os tanques de piscinas, para atender às exigências técnicas mínimas de higiene, segurança e conforto dos usuários.

NBR9819 – Piscina
Classifica piscinas, tomando por critérios o uso, o suprimento de água, a finalidade, o condicionamento, as características químicas da água, o recinto e a construção.

NBR9820 – Coleta de amostras indeformadas de solos de baixa consistência em furos de sondagem
Fixa condições exigíveis para a coleta, acondicionamento e transporte de amostras indeformadas de solos de baixa consistência em furos de sondagem, para fins de engenharia geotécnica.

NBR9821 – Conexões de PVC rígido de junta soldável para redes de distribuição de água – Tipos (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza tipos de conexões de PVC rígido de junta soldável utilizadas na execução de redes enterradas de distribuição de água, com tubos de PVC rígido.

NBR9822 – Execução de tubulações de PVC rígido para adutoras e redes de água
Fixa condições exigíveis para locação, demarcação, abertura e regularização da vala, transporte, manuseio, disposição, assentamento, execução das juntas, envolvimento, ancoragem, ensaios de estanqueidade e reaterro, na execução de tubulações de PVC rígido

NBR9823 – Tubo de PVC rígido DEFOFO conforme NBR 7665 – Comprimento de montagem
Padroniza comprimento de montagem dos tubos de PVC rígido DEFOFO, com junta elástica do tipo ponta, bolsa e anel de borracha (PBA) para adutoras e redes de água.

NBR9824 – Tubo de PVC rígido conforme NBR 5647 – Comprimento de montagem
Padroniza comprimento de montagem dos tubos de PVC rígido, com junta elástica do tipo ponta, bolsa e anel de borracha (PBA) para adutoras e redes de água.

NBR9825 – Extração e preparação de amostras para classificação de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos
Fixa condições exigíveis para a extração das amostras de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos durante sua produção e o posterior preparo das amostras para os ensaios de classificação e aceitação.

NBR9826 – Preparação e homogeneização das pastas para ensaio de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos
Fixa condições exigíveis para preparação das pastas para ensaio de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos, mediante o uso do misturador de palheta e homogeneização da pasta com auxílio do consistômetro à pressão atmosférica.

NBR9827 – Cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos – Determinação do conteúdo de água livre
Prescreve método para determinação de água livre das pastas de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos.

NBR9828 – Cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos – Determinação da resistência à compressão
Prescreve método para determinação da resistência à compressão de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos.

NBR9829 – Cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos – Determinação do tempo de espessamento
Prescreve método para determinação do tempo de espessamento de pastas de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos, assim como para calibração da aparelhagem.

NBR9830 – Cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos – Determinação das propriedades reológicas
Prescreve método para determinação das propriedades reológicas das pastas de cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos, como viscosidade plástica, limite de escoamento, gel inicial, gel final e consistências a 1 min e a 5 min.

NBR9831 – Cimento Portland destinado à cimentação de poços petrolíferos
Fixa requisitos físicos e químicos necessários para classificação e aceitação do cimento Portland utilizado na cimentação de poços petrolíferos, designados por CPP – classe G.

NBR9832 – Concreto e argamassa – Determinação dos tempos de pega por meio da resistência à penetração
Prescreve método de determinação dos tempos de pega de concretos e argamassas de cimento Portland, por meio da medida da resistência à penetração.

NBR9833 – Concreto fresco – Determinação da massa específica e do teor de ar pelo método gravimétrico
Prescreve método de determinação da massa específica e do teor de ar do concreto fresco, pelo processo gravimétrico.

NBR9834 – Fixação dos níveis de ruído aceitáveis para as dependências dos terminais de passageiros aeroportuários
Fixa níveis de ruído aceitáveis para as dependências dos terminais de passageiros dos aeroportos.

NBR9835 – Unidade móvel geradora de energia elétrica para aeronaves (115/200 VCA-400 Hz)
Fixa condições exigíveis funcionais e de projeto de unidade móvel geradora, doravante denominada “unidade”, destinada à produção e fornecimento de energia elétrica em 115/200 VCA-400 Hz para o sistema elétrico de aeronaves no solo.

NBR9836 – Execução de estocagem de mangueira e mangueira montada para uso aeronáutico
Fixa condições exigíveis para a estocagem de mangueira e mangueira montada para uso aeronáutico.

NBR9837 – Inspeção de mangueira e mangueira montada para uso aeronáutico
Fixa condições exigíveis para a inspeção de mangueira e mangueira montada para uso aeronáutico, nova ou usada, no recebimento e na revalidação durante a armazenagem.

NBR9838 – Rastreabilidade de itens no sistema de garantia da qualidade em nível aeroespacial
Fixa condições exigíveis para manter rastreabilidade de ítens do sistema de garantia da qualidade em nível aeroespacial.

NBR9839 – Fita adesiva para identificação de linhas para uso aeroespacial
Fixa condições exigíveis de uma fita adesiva com filme de poliéster não corrosiva, resistente à temperatura de -51 graus Celsius a + 163 graus Celsius, combustíveis, óleos lubrificantes e fluidos hidráulicos, para identificação de linhas de uso aeroespaci

NBR9840 – Unidade geradora de energia elétrica para aeronaves (28 VCC)
Fixa condições exigíveis funcionais e de projeto de uma unidade móvel geradora, doravante denominada “unidade”, destinada à produção e fornecimento de energia em 28 VCC para o sistema elétrico de aeronaves no solo.

NBR9841 – Fertilizantes nitrogenados fosfatados e potássicos
Classifica tipos de fertilizantes nitrogenados, fosfatados e potássicos.

NBR9842 – Produtos de petróleo – Determinação do teor de cinzas
Prescreve o método para a determinação de cinzas na faixa de 0,001% a 0,180% em massa, em combustíveis destilados e residuais, combustíveis de turbina a gás, óleos crus, óleos lubrificantes, parafinas e outros produtos derivados de petróleo nos quais qual

NBR9843 – Armazenamento de agrotóxico – Procedimento
Fixa condições exigíveis para o armazenamento adequado de agrotóxicos, visando garantir a qualidade do produto, bem como a prevenção de acidentes. Aplica-se aos usuários, fabricantes, transportadores e distribuidores de agrotóxicos.

NBR9844 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação do conteúdo de cloretos pelo método potenciométrico
Prescreve método de ensaio para determinação do conteúdo de cloretos em ácido fosfórico para uso industrial e alimentício, pelo método potenciométrico.

NBR9845 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação do teor de cálcio pelo método de espectrofotometria de absorção atômica
Prescreve método de ensaio de espectrofotometria de absorção atômica, para a determinação do teor de cálcio no ácido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar).

NBR9846 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação do peso específico até o máximo de 65 graus Celsius pelo método do picnômetro
Prescreve método do picnômetro, para a determinação de peso específico no ácido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar).

NBR9847 – Soda cáustica líquida comercial – Determinação do teor de mercúrio pelo método de absorsão atômica sem chama
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de mercúrio na soda cáustica líquida comercial para teores entre 0,05 mg/kg e 10 mg/kg.

NBR9848 – Soda cáustica líquida comercial – Determinação do teor de sílica pelo método colorimétrico com molibdato
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de sílica, como dióxido de silício (SIO2), na soda cáustica líquida comercial para teores acima de 10 mg/kg.

NBR9849 – Acido clorídrico comercial – Determinação da cor na escala pt-co (APHA)
Prescreve método de ensaio para determinação da cor no ácido clorídrico comercial, para índices maiores ou iguais a 5 unidades na escala Pt-Co (APHA).

NBR9850 – Acido clorídrico comercial – Determinação do teor de arsênio pelo método colorimétrico com dietilditiocarbamato de prata
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de arsênio no ácido clorídrico comercial pelo método colorimétrico com dietilditiocarbamato de prata; é aplicável para determinação de teores maiores ou iguais a 0,5 mg/kg.

NBR9851 – Soda cáustica líquida comercial – Determinação do teor de clorato pelo método volumétrico
Prescreve método para determinação do teor de clorato na soda cáustica líquida comercial para teores maiores que 0,02% de clorato em massa.

NBR9852 – Solução de hipoclorito de sódio comercial – Determinação do teor de matérias insolúveis
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de matérias insolúveis em soluções de hipoclorito de sódio comercial.

NBR9853 – Acido fosfórico – Determinação do teor de flúor pelo método do eletrodo de íon específico
Prescreve método do eletrodo de íon específico para determinação do teor de flúor no ácido fosfórico.

NBR9854 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação da viscosidade pelo viscosímetro de torção
Prescreve método para determinação da viscosidade no ácido fosfórico na unidade Pascal. Segundo (Pa.s) à temperatura ambiente e a 40 graus Celsius.

NBR9855 – Acido fosfórico para uso industrial – Determinação do teor de sulfato livre pelo método titulométrico do sulfonazo III
Prescreve método de ensaio para determinação de teor de sulfato livre, pelo método de volumetria, em ácido fosfórico para uso industrial.

NBR9856 – Acido fosfórico para uso industrial – (inclusive alimentar) – Determinação do teor de manganês pelo método espectrofotométrico
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de manganês, no ácido fosfórico industrial ou alimentar, com o método espectrofotométrico do periodato de potássio.

NBR9857 – Acido fosfórico para uso industrial – (inclusive alimentar) – Determinação do teor de manganês pelo método de absorção atômica
Prescreve método de ensaio para determinação do teor de manganês, no ácido fosfórico industrial ou alimentar, pelo método espectrofotométrico de absorção atômica.

NBR9858 – Amostragem de hidrocarbonetos halogenados liquefeitos
Fixa procedimentos a serem usados para amostragem de hidrocarbonetos gasosos halogenados, liquefeitos, ou líquidos a temperatura ambiente, de recipientes tais como cilindros, tambores ou tanques.

NBR9859 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação do teor de gases não condensáveis
Prescreve método para determinação de gases não absorvíveis ou os também chamados gases não condensáveis, em teores maiores que 0,2% em volume, nos hidrocarbonetos halogenados.

NBR9860 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação da acidez
Prescreve método volumétrico para determinação da acidez de hidrocarbonetos halogenados para uso industrial.O método é aplicável a produtos nos quais a acidez está na faixa de 2 (micron) mol a 200 (micron) mol de equivalente ácido por quilograma.

NBR9861 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação do resíduo após evaporação
Prescreve método para determinação do resíduo após evaporação de hidrocarbonetos halogenados para uso industrial.

NBR9862 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação da faixa de ebulição
Prescreve método para determinação da faixa de destilação de hidrocarbonetos halogenados.

NBR9863 – Hidrocarbonetos halogenados – Verificação da presenca de íons cloreto
Prescreve método para determinação da presença de íons cloreto em hidrocarbonetos halogenados.

NBR9864 – Hidrocarbonetos halogenados – Medição do teor de óleo
Prescreve método para determinação do teor de óleo, em hidrocarbonetos halogenados, nos sistemas de refrigeração.

NBR9865 – Refrigerantes
Define termos relativos aos refrigerantes comuns, sem o uso do nome químico, formula ou nome comercial.

NBR9866 – Alcool etílico – Verificação da alcalinidade e determinação da acidez total
Prescreve método de verificação da alcalinidade e determinação da acidez total expressa como ácido acético, em álcool etílico.

NBR9867 – Alcool etílico – Determinação do teor de enxofre
Prescreve método para determinação do teor de enxofre em álcool etílico.

NBR9868 – Alcool etílico – Determinação do teor de formaldeído
Fixa método de determinação do teor de formaldeído na faixa de 10 mg/L a 60 mg/L em álcool etílico.

NBR9869 – Fertilizantes – Determinação do molibdênio pelo método espectrofotométrico de absorção atômica
Prescreve determinação de molibdênio pelo método espectrofotométrico de absorção atômica, em fertilizantes.

NBR9870 – Carbutilato – Análise por cromatografia líquida – Padronização interna
Fixa método de determinação qualitativa e quantitativa do Carbutilato através de análise por cromatografia líquida.

NBR9871 – Produtos químicos sólidos – Determinação da faixa de fusão por tubo capilar
Prescreve método para determinação da faixa de fusão dos produtos químicos sólidos para borracha que fundem à temperatura inferior a 300 graus Celsius, mediante o método de tubo capilar.

NBR9872 – Termofixos – Determinação da resistência ao rubro
Prescreve método para determinação da resistência ao rubro dos plásticos termofixos.

NBR9873 – Material fenólico tipo novolaca – Determinação de material solúvel em acetona
Fixa método para determinação da quantidade de material solúvel em acetona, antes e após a moldagem. Também é aplicado na determinação do teor de resina residual não polimerizada, proveniente do material moldado, previamente moído.

NBR9874 – Moldagem por injeção de corpos-de-prova de materiais termofixos
Fixa condições para a preparação de corpos-de-prova, obtidos pelo processo de injeção, recomendando funções básicas de regulagem da injetora, bem como detalhes específicos do processo de injeção.As condições de moldagem destes corpos-de-prova variam de ac

NBR9875 – Plásticos – Determinação da massa específica do material moldado e do fator de compressão
Prescreve método para determinação da massa específica de plásticos moldados, pelo método de empuxo.

NBR9876 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação do conteúdo de sílica solúvel – Método espectrofotométrico do molibdosilicato reduzido
Prescreve método de ensaio para determinação de sílica solúvel em ácido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar), contendo no máximo 500 mg/kg de sílica solúvel.

NBR9877 – Fluorita para aciaria – Determinação da granulometria
Prescreve método manual e mecânico automático para determinação da granulometria em fluorita para aciaria.

NBR9878 – Protetivos temporários contra corrosão – Verificação da removibilidade intencional da película
Prescreve método para verificação da facilidade de remoção intencional de películas formadas sobre superfícies de aços.

NBR9879 – Protetivos temporários contra corrosão – Determinação do período de estabilização da massa da película
Prescreve método de determinação do tempo de estabilização das películas formadas sobre superfícies metálicas pelos protetivos temporários contra corrosão.

NBR9880 – Inibidores de corrosão para decapagem de aço com ácido clorídrico – Determinação da eficiência
Prescreve método de determinação da eficiência de inibidores de corrosão para decapagem de aço com ácido clorídrico.

NBR9881 – Material refratário – Determinação da pressão e da velocidade de extrusão de massas para tamponamento de furo de gusa
Prescreve método para a determinação da pressão e da velocidade de extrusão de massas para tamponamento de furo de gusa pelas medidas de tempo, massa e carga necessárias para extrudar este material.

NBR9882 – Material refratário carbonáceo não-conformado – Determinação do carbono fixo
Prescreve método para determinação do carbono fixo em materiais refratários carbonáceos não-conformados, que contenham teor de carbono em sua composição.

NBR9883 – Equipamentos elétricos para atmosferas explosivas – Segurança aumentada – Tipo de proteção “E”
Fixa requisitos específicos para o projeto, construção, inspeção e marcação de equipamentos elétricos com segurança aumentada, tipo de proteção “E”, de modo a torná-los adequados à aplicação em ambientes com atmosferas explosivas.

NBR9884 – Máquinas elétricas girantes – Graus de proteção proporcionados pelos invólucros
Fixa condições exigíveis para os graus de proteção proporcionados pelos invólucros de máquinas elétricas girantes, no que se refere a: proteção de pessoas contra contato ou aproximação com partes sob tensão e contra contatos com partes em movimento (excet

NBR9885 – Cabos de potência com cobertura para redes aéreas – Intemperismo artificial sob tensão elétrica
Prescreve método de ensaio para determinação da resistência ao intemperismo artificial, sob tensão elétrica, da cobertura dos cabos de potência para redes aéreas até 15/25 kV.

NBR9886 – Cabo telefônico interno “CCI” isolado com cloreto de polivinila (PVC) e revestimento externo de cloreto de polivinila (PVC)
Fixa condições nominais exigíveis na fabricação dos cabos telefônicos CCI. Estes cabos são utilizados em instalações telefônicas internas de edifícios comerciais, industriais, residenciais e outros.

NBR9887 – Cabo telefônico “CT-APL” isolado com papel e ar, protegido por capa APL
Fixa condições exigíveis na aceitação e/ou recebimento dos cabos telefônicos “CT-APL”. Estes cabos são utilizados em redes primárias para instalações subterrâneas em linhas de dutos.

NBR9888 – Cabo telefônico “CTA-APL-G” isolado em polietileno ou polipropileno, núcleo preenchido por geléia de petróleo, protegido por capa APL
Fixa condições exigíveis na aceitação e/ou recebimento dos cabos telefônicos “CTP-APL-G”.Estes cabos são utilizados em instalações subterrâneas, em linhas de dutos ou diretamente enterrados.

NBR9889 – Cabo telefônico “CTP-APL-AS” isolado com polietileno ou polipropileno, protegido por capa APL, auto-sustentado por cordoalha de aço
Fixa condições exigíveis na aceitação e/ou recebimento dos cabos telefônicos “CTP-APL-AS”.Estes cabos são utilizados exclusivamente para instalações aéreas.

NBR9890 – Localização e remoção de focos de radiointerferência em linhas aéreas de alta tensão
Fixa procedimentos para localizar e eliminar focos de radiointerferência em linhas aéreas de alta tensão que prejudiquem a qualidade de recepção de sistemas de telecomunicação, bem como os cuidados a serem tomados para prevenir o aparecimento de focos de

NBR9891 – Isoladores suporte cilíndricos para tensões acima de 36,2kV, para instalação ao tempo – Dimensões e características
Padroniza dimensões e características mínimas exigíveis de isoladores suporte cilíndricos e de suas ferragens integrantes e acessórios. Aplica-se especialmente aos isoladores formados pela justaposição de múltiplos corpos isolantes produzidos com materiai

NBR9892 – Isoladores suportes cilíndricos para tensões até 36,2kV, para instalação ao tempo – Dimensões e características
Padroniza dimensões e características mínimas exigíveis de isoladores suporte cilíndricos e de suas ferragens integrantes e acessórios. Aplica-se especialmente aos isoladores formados de corpos isolantes produzidos com materiais inorgânicos, sendo também

NBR9893 – Cupilha para pinos ou parafusos de articulação
Fixa condições de aceitação e recebimento de cupilhas para pinos ou parafusos de articulação, utilizados em isoladores ou em ferragens para linhas aéreas de transmissão e de distribuição.

NBR9894 – Avaliação e identificação de sistemas de isolação de equipamentos elétricos
Fixa princípios para elaboração e identificação dos sistemas de isolação de um equipamento particular. A finalidade desta norma não consiste em estabelecer critérios de codificação para a vida operacional dos equipamentos elétricos, mas antes em proporcio

NBR9895 – Solo – Indice de suporte califórnia
Prescreve método para determinar o valor do índice de Suporte Califórnia e da expansão de solos em laboratório, utilizando amostras deformadas, não recusadas, de material que passa na peneira de 19 mm, com um mínimo de cinco corpos-de-prova.

NBR9896 – Glossário de poluição das águas
Define termos nos estudos, projetos, pesquisas e trabalhos em geral relacionados à poluição das águas.

NBR9897 – Planejamento de amostragem de efluentes líquidos e corpos receptores
Fixa condições exigíveis para a elaboração de planejamento de amostragem de efluentes líquidos e corpos de água receptores.

NBR9898 – Preservação e técnicas de amostragem de efluentes líquidos e corpos receptores
Fixa as condições exigíveis para a coleta e a preservação de amostras e de efluentes líquidos domésticos e industriais e de amostras de água, sedimentos e organismos aquáticos dos corpos receptores interiores superficiais.

NBR9899 – Amostragem de matérias-primas para tintas e vernizes
Fixa condições exigíveis para a coleta de matérias-primas para a fabricação de tintas e vernizes, descreve e ilustra os aparelhos que podem ser usados para este propósito. Os métodos apresentados são adequados para amostragem de óleos e outros líquidos nã

NBR9900 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação gravimétrica do conteúdo da água
Prescreve método para determinação do conteúdo de água em hidrocarbonetos fluorclorados, líquidos ou liquefeitos.

NBR9901 – Fertilizantes – Determinação do nitrogênio total – Método do cromo metálico
Prescreve método de determinação do nitrogênio total em fertilizantes. Se aplica a todos os fertilizantes sólidos e líquidos.

NBR9902 – Fertilizantes – Determinação do potássio pelo método do tetrafenilborato de sódio (TFBS)
Prescreve método de determinação de potássio em fertilizantes.

NBR9903 – Metribuzin – Análise por cromatografia em fase gasosa – Padronização interna
Prescreve método para determinação qualitativa e quantitativa do Metribuzin através da análise por cromatografia em fase gasosa por padronização interna.

NBR9904 – Estopim – tempo de queima.

NBR9905 – Esteres grau uretana (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa condições exigíveis para o recebimento dos ésteres destinados a fabricação de uretanas.

NBR9906 – Acetato de etilglicol – Determinação do teor de etilglicol por cromatografia de gás
Prescreve método para determinar o teor de etilglicol em acetato de etilglicol por cromatografia em fase gasosa, utilizando a técnica do padrão externo.

NBR9907 – Negro-de-fumo – Descoloração do tolueno
Prescreve método de determinação da medida do grau de descoloração do tolueno, por meio de materiais passíveis de extração do negro-de-fumo.

NBR9908 – Adesivo de base elastomérica – Determinação da força de adesão – Cisalhamento
Prescreve método para determinação por cisalhamento, da força de adesão de adesivos à base de elastômeros.

NBR9909 – Isolantes térmicos de lã cerâmica – Painéis
Fixa condições exigíveis para painéis termoisolantes, de lã cerâmica, para temperaturas até 930 graus Celsius e massa de 64 kg/m3 e de 96 kg/m3.

NBR9910 – Asfaltos oxidados para impermeabilização
Fixa condições exigíveis aos quatro tipos de asfalto destinados à execução de impermeabilizações.

NBR9911 – Rolete vertical fundido para construção naval formatos e dimensões
Padroniza formatos e as dimensões de rolete vertical para construção naval.

NBR9912 – Cálculo de balanço de vapor para embarcações mercantes
Fixa condições exigíveis para o cálculo de balanço de vapor para embarcações mercantes, que operam em todos os mares.

NBR9913 – Minérios de ferro – Determinação do teor de fósforo por volumetria
Prescreve método de determinação do teor de fósforo em minério de ferro naturais, concentrados e aglomerados, incluindo sínter, através da titulação inversa do excesso de solução de hidróxido de sódio com ácido nítrico.

NBR9914 – Tubos de aço ponta e bolsa, para junta elástica
Fixa condições exigíveis para encomenda, fabricação e fornecimento de tubos de aço com ponta e bolsa, para junta elástica, utilizados em canalização de água e esgoto sob pressão.

NBR9915 – Anel de vedação de borracha para junta elástica de tubos e conexões de aço ponta e bolsa
Fixa condições exigíveis para encomenda, fabricação, inspeção e recebimento dos anéis de vedação, de forma toroidal, para juntas elásticas de tubos e conexões de aço ponta e bolsa, utilizados na condução de água de abastecimento e esgoto domiciliar.

NBR9916 – Aeroportos – Proteção sanitária do sistema de abastecimento de água potável
Estabelece condições exigíveis para a proteção sanitária do sistema de abastecimento de água em aeroportos e controle de manutenção da qualidade de água utilizada em aeronaves.

NBR9917 – Agregados para concreto – Determinação de sais, cloretos e sulfatos solúveis
Prescreve método para determinação do teor de sais solúveis em água, em agregados para concreto, dosando-se particularmente os teores de cloretos e sulfatos solúveis. A determinação do teor de cloretos solúveis inclui os teores de iodetos e brometos solúv

NBRISO9918 – Capnógrafos para uso em seres humanos – Requisitos
Especifica requisitos de segurança para capnógrafos. Aplica-se a capnógrafos utilizados em adultos, crianças e neonatos. Ela não se aplica a dispositivos destinados a serem utilizads como monitores transcutâneos.

NBR9918 – Açúcar – Determinação de anidrido sulfuroso – Método I
Prescreve método colorimétrico para determinação de anidrido sulfuroso em açúcar.

NBR9919 – Açúcar – Determinação de anidrido sulfuroso – Método II
Prescreve método para determinação de anidrido sulfuroso em açúcar.

NBRISO9919 – Oxímetro de pulso para uso médico – Prescrições
Especifica recomendações mínimas de segurança baseadas em parâmetros que acredita-se serem acessíveis dentro dos limites da tecnologia atual, para uso com segurança dos oxímetros de pulso, projetados para uso na medida aproximada da saturação da hemoglobi

NBR9920 – Açúcar – Determinação de chumbo
Prescreve método para determinação de chumbo em açúcar, por espectrofotometria de absorção atômica.

NBR9921 – Açúcar – Determinação de arsênio
Prescreve método colorimétrico para determinação de arsênio em açúcar.

NBR9922 – Açúcar – Determinação de mercúrio
Prescreve método de determinação de mercúrio em açúcar por espectrofotometria de absorção atômica sem chama.

NBR9923 – Açúcar – determinação de zinco
Prescreve método para determinação de zinco em açúcar, por espectrofotometria de absorção atômica.

NBR9924 – Açúcar – Determinação de cádmio
Prescreve método para determinação de cádmio em açúcar, por espectrofotometria de absorção atômica.

NBR9925 – Tecido plano – Determinação do esgarçamento em uma costura padrão
Prescreve método de ensaio para determinação do esgarçamento do tecido em uma costura padrão.

NBR9926 – Revestimentos têxteis de piso – Determinação da espessura do veludo útil
Prescreve método para determinação da espessura do veludo útil dos revestimentos têxteis de piso.

NBR9927 – Equipamentos para a obtenção de filamentos contínuos sintéticos
Define termos empregados nos equipamentos utilizados na obtenção de filamentos de poliamidas e poliésteres.

NBR9928 – Tipos de embalagens para acondicionamento de materiais têxteis
Define termos aplicados aos tipos de embalagens de acondicionamento.

NBR9929 – Fios têxteis – Formas de enrolamento
Padroniza formas mais convenientes de enrolamento para fios ou produtos similares, em embalagens próprias, podendo ser utilizadas em retorcedeiras, filatórios, conicaleiras e outras máquinas com sistema de enrolamento.

NBR9930 – Cones para acondicionamento de fios têxteis com inclinação 4 graus 20′ – Dimensões
Padroniza dimensões e tolerâncias dos cones para acondicionamento de fios com enrolamento cruzado, e inclinado 4 graus 20′, padronizando também as dimensões e tolerâncias dos gabaritos para se conferir as dimensões do cone.

NBR9931 – Cones para acondicionamento de fios têxteis com inclinação 9 graus 15′ – Dimensões
Padroniza dimensões e tolerâncias dos cones para acondicionamento de fios com enrolamento cruzado, e inclinação 9 graus 15′, padronizando também as dimensões e tolerâncias dos gabaritos para se conferir as dimensões do cone.

NBR9932 – Bobina e carretel para acondicionamento na fiação de lã – Dimensões
Padroniza principais dimensões de bobinas e carretéis para acondicionamento na fiação de lã.

NBR9933 – Dispositivos semicondutores, dispositivos discretos e circuitos integrados – Circuitos integrados analógicos
Fixa valores limites e características essenciais dos circuitos integrados analógicos, bem como os parâmetros mínimos que devem acompanhar as folhas de especificação destes dispositivos.

NBR9934 – Capacitores secos auto-regeneradores com dielétrico de filme de polipropileno metalizado para motores de corrente alternada
Fixa requisitos de segurança, desempenho, ensaios e condições nominais de operação, bem como um guia para aplicação.

NBR9935 – Agregados
Define termos relativos a agregados empregados em concreto de cimento Portland.

NBR9936 – Agregados – Determinação do teor de partículas leves
Prescreve método para determinação do teor de partículas leves em agregados naturais, através da separação por imersão e flutuação em um líquido denso de massa específica conhecida.

NBR9937 – Agregados – Determinação da absorção e da massa específica de agregado graúdo (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Prescreve métodos utilizados para determinação da absorção e da massa específica nas condições seca e saturada superfície seca de agregado graúdo natural ou artificial, visando sua aplicação nos estudos de dosagem e produção de concreto.

NBR9938 – Agregados – Determinação da resistência ao esmagamento de agregados graúdos
Prescreve método para determinação da resistência ao esmagamento dos grãos compreendidos entre 9,5 mm e 12,5 mm, dos agregados graúdos.

NBR9939 – Agregados – Determinação do teor de umidade total, por secagem, em agregado graúdo
Prescreve método para determinação da umidade total, por secagem, em agregado graúdo destinado ao preparo de concreto.

NBR9940 – Agregados – Determinação do índice de manchamento em agregados leves
Prescreve método para avaliação do índice potencial de manchamento por compostos de ferro presentes em agregados leves para concreto.

NBR9941 – Redução de amostra de campo de agregados para ensaio de laboratório
Fixa condições exigíveis na redução de amostra de agregado, formada no campo, para ensaio de laboratório.

NBR9942 – Constituintes mineralógicos dos agregados naturais
Define termos empregados na descrição dos constituintes mineralógicos de agregados naturais utilizados em concreto.

NBR9943 – Técnicas de extensão de código para uso com o código brasileiro para intercâmbio de informação
Fixa condições exigíveis para extensão de códigos de 7 e de 8 bites. Essas condições estão descritas em quatro seções correlacionadas, as quais abordam respectivamente os seguintes pontos: a extensão do código de 7 bites, mantendo-se o ambiente em 7 bites

NBR9944 – Tintas – Determinação do teor de pigmentos
Prescreve método para determinação do teor de pigmentos em tintas não emulsionadas em água.

NBR9945 – Tintas – Determinação de zarcão (pb3o4) em pigmentos
Prescreve método para determinação do teor de zarcão (Pb3O4) em pigmentos separados de tintas ou matéria prima.

NBR9946 – Acido fosfórico para uso industrial (inclusive alimentar) – Determinação do teor de arsênio pelo método colorimétrico com dietilditiocarbamato de prata
Prescreve método de ensaio para determinação de teor de arsênio, no ácido fosfórico industrial ou alimentar, pelo método colorimétrico com dietilditiocarbamato de prata.

NBR9947 – Triazofos – Análise por cromatografia líquida – Padronização interna
Prescreve método para análise qualitativa e quantitativa do Triazofos, através de análise por cromatografia líquida. Se aplica ao produto técnico e suas formulações simples.

NBR9948 – Pirazofos – Análise por cromatografia líquida – Padronização interna
Prescreve método para análise qualitativa e quantitativa do Pirazofos através de análise por cromatografia líquida. Se aplica ao produto técnico e sua formulação simples.

NBR9949 – Fentin acetato – Análise por cromatografia líquida por padronização externa
Prescreve método para análise qualitativa e quantitativa do fentin acetato, através de análise por cromatografia líquida. Se aplica ao produto técnico e suas formulações simples.

NBR9950 – Modelo padrão para elaboração de métodos de ensaio por cromatografia em fase gasosa
Fixa condições exigíveis e o modelo padrão para o preparo, redação apresentação de métodos de ensaio por cromatografia em fase gasosa.

NBR9951 – Látex e copolímero SBR e NBR – Determinação de gel
Prescreve método para determinação de gel em látex e em copolímero SBR e NBR. O método e aplicável aos látices e copolímeros e compreende duas partes: uma para látex até chegar-se ao copolímero seco e a outra, daí em diante, igual para látices e copolímer

NBR9952 – Manta asfáltica com armadura para impermeabilização – Requisitos e métodos de ensaio (NOTA:ERRATA INCORPORADA)
Especifica os requisitos mínimos necessários para a aceitação de mantas asfálticas com armaduras de reforço envolvidas pela massa asfáltica, utilizadas para impermeabilização, bem como estabelece os métodos de ensaio necessários para a verificação destes

NBR9953 – Mantas asfálticas – Flexibilidade à baixa temperatura
Prescreve método para determinação da flexibilidade à baixa temperatura e é aplicável a mantas asfálticas utilizadas em impermeabilização.

NBR9954 – Mantas asfálticas – Resistência ao impacto
Prescreve método de ensaio para determinação da resistência ao impacto e é aplicável às mantas pré-fabricadas de asfalto com armadura.

NBR9955 – Mantas asfálticas – Puncionamento estático
Prescreve método para ensaio de puncionamento e é aplicável a mantas asfálticas utilizadas em impermeabilização.

NBR9956 – Mantas asfálticas – Estanqueidade à água
Prescreve método para verificação da estanqueidade em corpos-de-prova de mantas asfálticas, anteriormente submetidos aos ensaios de flexibilidade, resistência ao impacto e puncionamento e verifica, também, a estanqueidade de emendas executadas de acordo c

NBR9957 – Mantas asfálticas – Envelhecimento acelerado por ação de temperatura
Prescreve método para determinação do envelhecimento acelerado, por ação de temperatura, e é aplicável a mantas asfálticas utilizadas em impermeabilização.

NBR9958 – Janela fixa para embarcações de navegação interior – Dimensões
Padroniza dimensões de janelas fixas, utilizadas em embarcações de navegação interior.

NBR9959 – Bujão rosqueado para construção naval – Montagens, formatos e dimensões
Padroniza montagem, os formatos e as dimensões dos componentes do conjunto de bujão rosqueado (bujão, bocal, olhal, junta e elo de ligação), a ser utilizado em construção naval.

NBR9960 – Corrente pequena e elo de extremidade para construção naval – Formatos e dimensões
Padroniza formatos e dimensões de corrente pequena e elo de extremidade para construção naval.

NBR9961 – Balaustrada removível de embarcações – Formatos e dimensões
Padroniza formatos e dimensões de balaustrada removível de embarcações.

NBR9962 – Balaustrada rebatível de embarcações – Formatos e dimensões
Padroniza formatos e dimensões de balaustrada rebatível de embarcações.

NBR9963 – Portão para balaustrada de embarcações – Formatos e dimensões
Padroniza formatos e dimensões de portão utilizado em balaustrada de embarcações.

NBR9964 – Linhas e símbolos em desenhos de estruturas navais
Estabelece tipos de linhas e símbolos para representação simplificada e identificação de elementos em desenhos de estruturas navais.

NBR9965 – Equipamentos navais
Define nomenclatura de equipamentos navais e a respectiva correspondência na língua inglesa.

NBR9966 – Bomba centrífuga naval – Ensaio hidrostático
Prescreve método de ensaio hidrostático de bombas centrífugas navais.

NBR9967 – Talhas com acionamento motorizado
Classifica talhas com acionamento motorizado, em grupos significativos, de forma que um número restrito de modelos propicie o atendimento da grande variedade usual de aplicações e condições de serviço a que as talhas estão sujeitas, estabelecendo, também,

NBR9968 – Talhas com acionamento manual
Classifica talhas com acionamento manual, correlacionando os parâmetros básicos de projeto destes equipamentos de fabricação seriada, com as condições particulares de cada aplicação, em conformidade com os requisitos do comprador, resguardando os níveis d

NBR9969 – Turbinas hidráulicas para pequenas centrais hidrelétricas
Classifica turbinas hidráulicas com potência de até 5000 kW e vazão de até 10 m3/s.

NBR9970 – Tolerância de arruelas
Fixa tolerâncias para arruelas lisas e chapas de travamento para parafusos com diâmetro de 1mm a 150mm, nos Graus de Produto A e C.

NBR9971 – Elementos de fixação dos componentes das estruturas metálicas
Fixa condições exigíveis de elementos de fixação de aço para uso na construção de estruturas metálicas.

NBR9972 – Esquadros de aço 90 graus
Fixa condições exigíveis e características principais e dimensionais dos esquadros de aço 90 graus até 1,5 m, inclusive.

NBR9973 – Válvula de retenção de bronze para uso industrial
Fixa condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento de válvulas de retenção de bronze, com roscas e flanges, para serviços gerais.

NBR9974 – Talhas de cabo com acionamento motorizado (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa condições exigíveis de qualidade e segurança, que devem ser satisfeitas pelas talhas de cabo com acionamentos motorizados, seja quando utilizadas como unidades autônomas, seja como parte de outros equipamentos como, por exemplo, pontes e guindastes.

NBR9975 – Fresa de topo com haste cilíndrica
Fixa condições exigíveis para as fresas de topo de aço rápido, com haste cilíndrica.

NBR9976 – Furadeiras radiais – Ensaio Método
Prescreve método para aceitação de furadeiras radiais com braço de alturas ajustáveis, através de verificações geométricas e testes práticos e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR9977 – Furadeiras verticais de coluna de guia circular – Ensaio
Prescreve método para aceitação de furadeiras verticais de coluna de guia circular, através de verificações geométricas e testes práticos e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR9978 – Aço-carbono ou de baixa liga – Determinação da porcentagem de área dútil da fratura pelo ensaio de impacto por queda de peso em corpos-de-prova
Prescreve método para determinação da área dútil de fratura, mediante impacto por queda de peso, em corpos-de-prova de aço-carbono ou de baixa liga, nas espessuras nominais entre 3 mm e 19 mm, entalhados por prensagem.

NBR9979 – Determinação do fator de rigidez (K) de um sistema de ensaio de tração
Prescreve método para determinação do fator de rigidez (k), de sistemas de ensaio de tração usados para a determinação dos limites (superior e inferior) de escoamento, quando não é possível controlar diretamente a velocidade de alongamento.

NBR9980 – Parafuso de cabeça redonda, para uso como escada de torres de linha de transmissão de energia elétrica – Características e dimensões
Padroniza dimensões, características mecânicas e acabamento dos parafusos de cabeça redonda, para uso como escada de torres de linhas de transmissão de energia elétrica.

NBR9981 – Parafuso sextavado de alta resistência para uso estrutural – Dimensões
Padroniza dimensões para parafusos de alta resistência para uso estrutural nas classes de resistência 8.8 S e 10.9 S e de diâmetros de rosca de M12 até M36 inclusive. Os parafusos desta norma se destinam ao acoplamento com porcas e são destinados a propor

NBR9982 – Porca sextavada de alta resistência para uso estrutural – Dimensões
Padroniza dimensões de porcas sextavadas, de alta resistência para uso estrutural, nas classes 8 S e 10 S e de diâmetro de rosca M12 até M36 inclusive.

NBR9983 – Arruela lisa de uso em parafuso sextavado estrutural de alta resistência – Dimensões e material
Padroniza arruelas lisas para serem utilizadas com parafusos e porcas de alta resistência para uso estrutural, destinadas a proporcionar um alto nivel de segurança.

NBR9984 – Fresa de topo com haste cilíndrica – Dimensões
Padroniza dimensões das fresas de topo com haste cilíndrica.

NBR9985 – Reguladores de pressão para fluidos
Define termos técnicos aplicáveis a reguladores de pressão para fluidos.

NBR9986 – Talhas em geral
Define termos empregados em talhas em geral, talhas de corrente, talhas de cabo, talhas com acionamento manual, talhas com acionamento motorizado.

NBR9987 – Mercúrio de uso odontológico
Fixa condições mínimas exigíveis ao mercúrio utilizado no preparo do amálgama de uso odontológico, bem como as exigências para embalagem e comercialização.

NBR9988 – Base para montagem dos filtros blindados – Formatos e dimensões
Fixa formatos e dimensões da base de montagem dos filtros blindados do óleo lubrificante e combustível (Diesel).

NBR9989 – Coifas de borracha para cilindros da roda de freios hidráulicos
Fixa condições exigíveis para coifas de borracha para cilindros da roda de freios hidráulicos.

NBR9990 – Coifas de borracha para cilindros da roda de freios hidráulicos – Determinação de características físicas e químicas
Prescreve método para determinação das características exigíveis para coifas de borracha para cilindros da roda de freios hidráulicos.

NBR9991 – Servo acionador de freios hidráulicos – Verificação da durabilidade e armazenamento
Prescreve métodos para verificação da durabilidade e armazenamento dos servos acionadores, atuados mecanicamente, usados em freios hidráulicos auxiliados por depressão, para veículos rodoviários automotores.

NBR9992 – Cabo transmissor do medidor da velocidade e distância (classe 2) para veículos rodoviários automotores (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento do cabo transmissor do medidor da velocidade e distância, de classe 2, para veículos rodoviários automotores.

NBR9993 – Veículos rodoviários automotores – Cabo transmissor do medidor da velocidade e distância (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Classifica cabo transmissor do medidor da velocidade e distância para veículos rodoviários automotores, em função de algumas características físicas, distribuídas em oito classes.

NBRISO9994 – Isqueiros – Especificação de segurança
Estabelece os requisitos para que isqueiros assegurem um razoável grau de segurança no seu uso normal, ou na razoável e previsível má utilização de tais isqueiros pelos usuários. A especificação de segurança determinada nesta Norma aplica-se a todos os pr

NBR9994 – Escadas para veículo rodoviário tanque
Padroniza desenho e construção de escadas de acesso utilizadas em semi-reboque, reboque tanque ou caminhão tanque.

NBR9995 – Gás de escapamento de motores a diesel – Determinação da opacidade em ciclo de dinamômetro
Prescreve método para determinação contínua da opacidade do gás de escapamento de motor alternativo de combustão interna de ignição por compressão (Diesel), submetido a ciclo de dinamômetro.

NBR9996 – Máquinas de terraplenagem paradas – Posição do operador – Medição do ruído emitido
Prescreve método de ensaio para medição do ruído emitido por máquinas de terraplenagem paradas na posição do operador.

NBR9997 – Cimento aluminoso – Determinação da consistência normal e dos tempos de pega
Especifica método de ensaio para a determinação da consistência normal e dos tempos de pega em pasta pura em cimento de aluminato de cálcio, por meio do aparelho de Vicat.

NBR9998 – Cimento de aluminato de cálcio – Determinação do tempo de pega
Prescreve método para determinação do tempo de pega de cimento de aluminato de cálcio por meio da agulha de Vicat.

NBR9999 – Medição do nível de ruído, no posto de operação, de tratores e máquinas agrícolas
Fixa condições exigíveis para a medição e registro do nível de ruído, no posto de operação, de tratores e de máquinas motorizadas usadas na agricultura.

NBR10000 – Estrutura de proteção contra capotagem para tratores agrícolas de rodas
Fixa requisitos mínimos necessários à construção de estruturas de proteção contra capotagem (EPCC) em tratores agrícolas de rodas, cuja bitola traseira mínima seja maior que 1150 mm.

NBR10001 – Estrutura de proteção contra capotagem para tratores agrícolas de rodas
Prescreve métodos para determinação da resistência das estruturas de proteção contra capotagem (EPCC) de tratores agrícolas de rodas.

NBR10002 – Minério de ouro – Determinação de ouro – Análise química
Prescreve métodos de fusão-copelação-gravimetria e/ou fusão-copelação-espectrometria de absorção atômica para determinação do teor de ouro em amostras de minério e de concentrado.

NBR10003 – Níquel-nióbio
Fixa as condições exigíveis para encomenda, fabricação e fornecimento de níquel-nióbio

NBR10004 – Resíduos sólidos
Classifica resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que estes resíduos possam ter manuseio e destinação adequados.

NBRISO10005 – Gestão da qualidade – Diretrizes para planos da qualidade
Fornece diretrizes para auxiliar os fornecedores na preparação, análise crítica, aprovação e revisão de planos da qualidade.

NBR10005 – Lixiviação de resíduos
Prescreve procedimentos para lixiviação de resíduos tendo em vista a sua classificação.

NBR10006 – Solubilização de resíduos
Fixa condições exigíveis para diferenciar os resíduos da classe II e III. Aplica-se somente para resíduos no estado físico sólido.

NBRISO10006 – Gestão da qualidade – Diretrizes para a qualidade no gerenciamento de projetos
Utilizam os processos de gerenciamento de projetos como estrutura para discussão de suas aplicações. É aplicável a projetos de complexidade variada, pequenos ou grandes, de pequena ou longa duração, em diferentes ambientes e independente do tipo de produt

NBR10007 – Amostragem de resíduos
Fixa as condições exigíveis para amostragem, preservação e estocagem de amostras de resíduos sólidos.

NBRISO10007 – Gestão da qualidade – Diretrizes para a gestão de configuração
Fornece orientação sobre o uso de gestão de configuração na indústria e sua interface com outros procedimentos e sistemas de gestão. Em primeiro lugar, ela fornece uma visão geral de gestão (seção 4) e, depois, descreve o processo, a organização e os proc

NBR10008 – Energia nuclear
Define termos empregados na área nuclear, visando o estabelecimento de uma linguagem uniforme.

NBR10009 – Controle da qualidade de dosímetros clínicos
Fixa métodos gerais para testes de controle da qualidade de dosímetros clínicos usados em radioterapia para execução pelos seus usuários, afim de garantir a estabilidade do fator de calibração no intervalo de tempo compreendido entre duas calibrações suce

NBR10010 – Garantia da qualidade na aquisição de itens e serviços para usinas nucleoelétricas
Fixa métodos aceitáveis para a implementação de partes específicas da norma CNEN-NN-1.16, garantia da qualidade para usinas nucleoelétricas, da comissão nacional de energia nuclear.

NBRISO10011-3 – Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade – Parte 3: Gestão de programas de auditoria
Fornece diretrizes básicas para gerenciar os programas de auditoria de sistemas da qualidade.

NBR10011 – Medidores e monitores portáteis de taxa de exposição de raios X e gama, para uso em radioproteção
Fixa condições exigíveis, para ensaios radiológicos, elétricos, mecânicos, de segurança e ambientais de medidores e monitores de taxa de exposição.

NBRISO10011-1 – Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade – Parte 1: Auditoria
Estabelece princípios básicos, critérios e práticas de uma auditoria e fornece diretrizes para instituir, planejar, executar e documentar as auditorias de sistemas da qualidade.

NBRISO10011-2 – Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade – Parte 2: Critérios para qualificação de auditores de sistema da qualidade
Fornece orientações sobre os critérios para qualificação de auditores.

NBRISO10012-2 – Garantia da qualidade para equipamento de medição – Parte 2: Diretrizes para controle de processos de medição
Contéem os requisitos de garantia da qualidade que podem ser utilizados por um fornecedor para oferecer ampla garantia de que as medições sejam efetuadas com a exatidão pretendida. Esta parte também contém as recomendações para a implementação dos requisi

NBR10012 – Anestesiologia – Vocabulário
Define um vocabulário e define termos usualmente empregados em anestesiologia e ventilação artificial.

NBRISO10012-1 – Requisitos de garantia da qualidade para equipamento de medição – Parte 1: Sistema de comprovação metrológica para equipamento de medição
Contém requisitos de garantia de qualidade para um fornecedor assegurar que sejam realizadas com a exatidão pretendida, bem como orientações quanto à implementação destes.

NBRISO10013 – Diretrizes para o desenvolvimento de manuais da qualidade
Fornece diretrizes para o desenvolvimento, preparação e controle de manuais da qualidade adequados às necessidades específicas do usuário. Os manuais da qualidade resultantes devem refletir procedimentos documentados do sistema da qualidade, requeridos pe

NBR10013 – Glossário multilingüe de termos equivalentes utilizados em anestesiologia
Define a dar equivalência em inglês, português, francês e espanhol, de termos técnicos empregados em anestesiologia, visando ao estabelecimento de uma linguagem uniforme.

NBR10014 – Moitão e cadernal de aço para movimentação de carga em embarcações
Fixa condições e requisitos exigíveis para aceitação e/ou recebimento de moitões e cadernais de aço para movimentação de carga, utilizados em embarcações.

NBR10015 – Moitão e cadernal para movimentação de carga em embarcações – Ensaio de carga
Prescreve método de ensaio de carga para moitões e cadernais utilizados em embarcações.

NBRISO10015 – Gestão da qualidade – Diretrizes para treinamento
Abrangem o desenvolvimento, implementação, manutenção e melhoria das estratégias e dos métodos de treinamento que afetam a qualidade dos produtos fornecidos por uma organização. É aplicável a todo tipo de organização.

NBR10016 – Seleção dos métodos de ensaio e requisitos gerais de capacitores fixos com dielétrico de filme de polietileno-teraftalato em folhas metálicas para corrente contínua
Prescreve método para selecionar métodos de ensaio, apropriados e dar exigências gerais de desempenho para este tipo de capacitores.

NBR10017 – Seleção de métodos de ensaio e requisitos gerais de capacitores fixos para corrente contínua, usando dielétricos de papel impregnado ou papel/filme plástico
Prescreve métodos de ensaio apropriados, e dar exigências gerais de desempenho para este tipo de capacitores.

NBR10018 – Seleção de métodos de ensaio e requisitos gerais de capacitores fixos com dielétrico de papel metalizado para corrente contínua
Prescreve método para julgamento das propriedades elétricas, mecânicas e climáticas de capacitores, seleciona métodos de ensaio e fornece recomendações para dimensões normalizadas e classificação dentro de categorias climáticas padronizadas.

NBR10019 – Subestação blindada isolada a gás para tensões nominais iguais ou superiores a 72,5 kV
Fixa prescrições relativas à especificação, características nominais e ensaios de subestações blindadas isoladas a gás para tensões nominais iguais ou superiores a 72,5 kV. Aplica-se a subestações blindadas, projetadas para instalações para interior ou ex

NBR10020 – Transformador de potencial de tensão máxima de 15 kV, 24,2 kV e 36,2 kV – Características elétricas e construtivas
Padroniza características elétricas e construtivas de transformadores de potencial (TP), tensão máxima de 15 kV, 24,2 kV e 36,2 kV, destinados a serviços de medição e proteção, para exterior e para interior.

NBR10021 – Transformador de corrente de tensão máxima de 15 kV, 24,2 kV e 36,2 kV – Características elétricas e construtivas
Padroniza características elétricas e construtivas de transformadores de corrente (TC) tensão máxima de 15 kV, 24,2 kV e 36,2 kV, destinados a serviços de medição, para exterior e para interior.

NBR10022 – Transformador de potêncial com tensão máxima igual ou superior a 72,5 kV – Características específicas
Padroniza características de transformadores de potencial com tensão máxima igual ou superior a 72,5 kV.

NBR10023 – Transformador de corrente com tensão máxima igual ou superior a 72,5 kV – Características específicas
Padroniza características de transformadores de corrente (TC) com tensão máxima igual ou superior a 72,5 kV.

NBR10024 – Chapa dura de fibras de madeira
Fixa requisitos de qualidade e dimensões de chapas duras de fibras de madeira, visando proporcionar aos produtores, seus representantes e consumidores uma base para o entendimento comum das características do produto.

NBR10025 – Elastômero vulcanizado – Ensaio de deformação permanente à compressão
Prescreve método para o ensaio de deformação permanente à compressão de elastômeros vulcanizados, cujas durezas estejam entre 30 e 94 Shore A.

NBR10026 – Hidrocarbonetos halogenados – Determinação da pureza e do teor de gases não condensáveis, por cromatografia
Prescreve método para determinação da pureza de hidrocarbonetos halogenados e teor de gases não condensáveis neles presentes.

NBR10027 – Espoleta – determinação da brisância pelo método de areia.

NBR10028 – Espoleta – determinação da brisância pelo ensaio de esopo.

NBR10029 – Estopim e cordel detonante – determinação do diâmetro.

NBR10030 – Estopim comprimento da chispa.

NBR10031 – Espoleta comum – avaliação da sensibilidade a iniciação por estopim.

NBR10032 – Anidrido ftálico – Determinação da cor do produto fundido – Escala platina-cobalto
Prescreve método para determinar a cor na escala Pt-Co do anidrido ftálico para uso industrial, no estado fundido.

NBR10033 – Anidrido ftálico – Determinação da estabilidade da cor em unidades hazen – Escala platina-cobalto
Prescreve método de medição da estabilidade da cor em unidades na escala Pt-Co, no anidrido ftálico fundido.

NBR10034 – Elaboração de nomes comuns de defensivos agrícolas
Fixa condições exigíveis para elaboração de nomes comuns de defensivos agrícolas.

NBR10035 – Preparo e apresentação de planos de segurança de navios
Fixa condições exigíveis para preparo e apresentação dos planos de segurança de navios mercantes, objetivando atender aos requisitos da convenção internacional para salvaguarda da vida humana no mar.

NBR10036 – Materiais refratários conformados, para fornos rotativos
Fixa formatos e condições de qualidade dos materiais refratários conformados, destinados ao revestimento de fornos rotativos.

NBR10037 – Materiais refratários para luvas de haste, tampões grafitados, válvulas e sedes de válvula – Características gerais (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza qualidade das luvas de haste, tampões grafitados, válvulas e sedes de válvulas, destinados a sistema de vazamento de panelas para transporte de aço ou de ferro fundido.

NBR10038 – Régua graduada em aço com seção retangular
Fixa condições exigíveis para a régua graduada em aço, com seção retangular, de aplicação comum na indústria, excetuando-se as de uso específico em máquinas, ferramentas, instrumentos de precisão, caldeiraria e modelação/fundição.

NBR10039 – Porca olhal – Dimensões e características mecânicas
Padroniza dimensões e características mecânicas e de superfícies de porcas olhal forjados destinadas ao levantamento de motores e equipamentos em geral.

NBR10040 – Parafusos auto-atarraxantes com cabeça abaulada e fenda cruzada – Dimensões (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza dimensões dos parafusos auto-atarraxantes com ponta cônica ou tronco-cônica, cabeça abaulada e fenda cruzada, de diâmetros nominais de rosca ST 2,2 a ST 9,5 inclusive.

NBR10041 – Parafusos auto-atarraxantes com cabeça escareada e fenda cruzada – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos auto-atarraxantes com ponta cônica ou tronco-cônica com cabeça escareada e fenda cruzada, de diâmetro nominais de rosca ST 2,2 a ST 9,5 inclusive.

NBR10042 – Parafusos auto-atarraxantes com cabeça escareada abaulada e fenda cruzada – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos auto-atarraxantes com ponta cônica e cabeça escareada-abaulada e fenda cruzada e de diâmetros nominais de rosca ST 2,2 a ST 9,5 inclusive.

NBR10043 – Fendas cruzadas para parafusos – Tamanhos e dimensões
Padroniza tamanhos e dimensões de fendas cruzadas utilizadas em parafusos. Também padroniza dimensões básicas de calibrador de penetração para a calibragem da profundidade das fendas cruzadas e a respectiva ponta.

NBR10044 – Porta-pastilhas – Ferramenta monocortante para tornear e copiar com pastilhas intercambiáveis – Dimensões
Padroniza dimensões de porta-pastilhas para tornear e copiar com pastilhas intercambiáveis, incluindo porta-pastilhas mais usadas.

NBR10045 – Cápsulas tipo A, para pastilhas intercambiáveis – Dimensões
Padroniza dimensões gerais das cápsulas tipo A para pastilhas intercambiáveis, incluindo os tipos de cápsulas mais usadas.

NBR10046 – Porta-pastilhas e cápsulas
Estabelece, designa e classifica os formatos, tolerâncias, ângulos e demais condições de porta-pastilhas para pastilha intercambiável.

NBR10047 – Furadeiras verticais de coluna de guias prismáticas – Ensaio de aceitação
Prescreve método para aceitação de furadeiras verticais de coluna com guias prismáticas, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR10048 – Mandriladora com árvore horizontal
Classifica diferentes tipos de mandriladoras com árvore horizontal.

NBR10049 – Mandriladora com árvore horizontal – Tipo mesa – Ensaio de aceitação
Prescreve método de ensaio para aceitação de mandriladora com árvore horizontal – tipo mesa de uso geral e precisão normal, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR10050 – Fresadora de banco fixo – Ensaio de aceitação
Prescreve método de ensaio para aceitação de fresadora de banco fixo, com árvore horizontal ou vertical, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR10051 – Fresadora com mesa de altura variável – Ensaio de aceitação
Prescreve método de ensaio para aceitação de fresadoras com mesa de altura variável, com árvore horizontal ou vertical, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR10052 – Buchas de redução para ferramentas com cone morse – Dimensões
Padroniza dimensões das buchas de redução.

NBR10053 – Buchas de redução para montagens robustas – Dimensões
Padroniza dimensões das buchas de redução para montagens robustas.

NBR10054 – Prolongadores para ferramentas com cone morse – Dimensões
Padroniza dimensões dos prolongadores.

NBR10055 – Prolongadores robustos guiados – Dimensões
Padroniza dimensões dos prolongadores robustos guiados.

NBR10056 – Haste cônica para montagens robustas
Padroniza dimensões das hastes cônicas para montagens robustas.

NBR10057 – Nariz de árvore com cone interno para montagem robusta rasgo oblongo – Dimensões
Padroniza dimensões do rasgo oblongo, para cunhagem de bucha cônica e haste cônica.

NBR10058 – Haste de ferramentas – Dimensões
Padroniza dimensões das hastes de ferramentas.

NBR10059 – Fresa de topo com haste cônica para rasgos – Dimensões
Padroniza dimensões das fresas de topo com haste cônica para rasgos.

NBR10060 – Fresa de topo com haste cônica para rasgos
Fixa condições exigíveis para as fresas de topo de aço rápido, com haste cônica para rasgos. Para fresas não padronizadas, as especificações podem ser aplicadas de comum acordo entre consumidor e fabricante.

NBRISO10061 – Veículos rodoviários – Reboques leves, inclusive reboques moradia (trailers) – Altura do engate de acoplamento
Especifica altura do engate de acoplamento para rebocados da categoria O1 e O2, acoplável à esfera de acoplamentode acordo coma ISO 1103. Este requisito dá garantia ao ângulocorreto entre os reboques e os veículos de tração, permitindo uma fácil conexão e

NBR10061 – Defeitos superficiais em porcas
Fixa limites admissíveis para vários tipos de defeitos superficiais que normalmente ocorrem durante a fabricação e processamento em porcas com dimensões de rosca M3 até M39.

NBR10062 – Porcas com valores de cargas específicas – Características mecânicas dos elementos de fixação (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa propriedades mecânicas de porcas com valores de carga de ensaio específicos.

NBR10063 – Porcas de rosca fina com valores específicos de carga – Classe ISO – Características mecânicas de elementos de fixação
Fixa propriedades mecânicas de porcas de rosca fina com os valores específicos de carga de ensaio.

NBR10064 – Porcas – Classe de resistência por dureza – Características mecânicas de elementos de fixação
Fixa classes de resistência de porcas sem cargas de ensaio definidas. As classes de resistência são definidas por dureza mínima mas que não permitem deduzir a resistência ao espanamento ou capacidade de carga, independente de sua forma. As características

NBR10065 – Elementos de fixação de aço inoxidável e aço resistente a corrosão
Fixa características mecânicas de elementos de fixação roscados como parafusos e porcas fabricadas de aços inoxidáveis e aços resistentes à corrosão nas estruturas austenítica, ferrítica e martensítica.

NBR10066 – Porcas autotravantes de aço – Propriedades mecânicas e de desempenho
Fixa condições exigíveis para as propriedades mecânicas e de desempenho para porcas autotravantes sextavadas de aço.

NBR10067 – Princípios gerais de representação em desenho técnico
Fixa forma de representação aplicada em desenho técnico.

NBR10068 – Folha de desenho – Leiaute e dimensões
Fixa características dimensionais das folhas em branco e préimpressas a serem aplicadas em todos os desenhos técnicos. Apresenta também o leiaute da folha do desenho técnico com vistas a: posição e dimensão da legenda; margem e quadro; marcas de centro; e

NBR10069 – Mancais de deslizamento para turbinas hidráulicas, turbinas-bombas e bombas de acumulação
Define termos empregados em mancais de deslizamento utilizados em turbinas hidráulicas, turbinas-bombas e bombas de acumulação.

NBR10070 – Ganchos-haste forjados para equipamentos de levantamento e movimentação de cargas – Dimensões e propriedades mecânicas
Padroniza ganchos-haste forjados, simples e duplos, para equipamentos de levantamento e movimentação de cargas, no que se refere às suas dimensões, propriedades mecânicas dos materiais utilizados, critérios de escolha, bem como as características a serem

NBR10071 – Registro de pressão fabricado com corpo e castelo em ligas de cobre para instalações hidráulicas prediais
Fixa condições exigíveis para o recebimento de registros de pressão, destinados a instalações hidráulicas prediais de água potável fria ou quente, fabricados em ligas de cobre.

NBR10072 – Instalações hidráulicas prediais – Registro de gaveta de liga de cobre – Requisitos
Fixa as condições exigíveis para o recebimento de registro de gaveta fabricado em ligas de cobre, destinado a instalações hidráulicas prediais de água potável fria ou água quente. Estas exigências se referem à qualidade de inspeção e às faixas de resultad

NBR10073 – Fogões, fogões de mesa, fornos e fogareiros a gás de uso doméstico
Fixa condições exigíveis para os fogões, fogões de mesa, fornos e fogareiros à gás de uso doméstico.

NBR10074 – Registro (válvula) de pressão – Verificação da resistência ao torque de montagem nas instalações
Prescreve método para a verificação da resistência mecânica dos registros de pressão, quando submetidos ao torque de montagem nas instalações.

NBR10075 – Registro (válvula) de pressão – Verificação da resistência ao torque de operação
Prescreve método para verificação da resistência mecânica dos registros de pressão, quando submetidos ao torque de operação.

NBR10076 – Registros (válvula) de pressão – Verificação do alinhamento das roscas de entrada e saída
Prescreve método para a verificação do alinhamento das roscas de entrada e saída de registros de pressão para instalações hidráulicas prediais.

NBR10077 – Registro (válvula) de pressão para instalações prediais – Determinação do coeficiente (K) de perda de carga
Prescreve método para determinação do coeficiente (K) de perda de carga em registros de pressão para instalações hidráulicas prediais.

NBR10078 – Registros de pressão – Verificação da resistência ao uso
Prescreve método para verificação da resistência ao uso de registro de pressão, através da determinação da variação das condições de estanqueidade e integridade mecânica do registro e seus componentes, após submetido ao número de ciclos de abertura e fech

NBR10079 – Fogões, fogões de mesa, fornos e fogareiros a gás de uso doméstico
Prescreve método de ensaio de fogões e fogões de mesa, fornos e fogareiros a gás, de uso doméstico, para a verificação das especificações, características e desempenho.

NBR10080 – Instalações de ar condicionado para salas de computadores
Fixa condições exigíveis para a elaboração de projetos de instalações de ar condicionado, para salas de computadores.

NBR10081 – Cálculo de calibradores de rosca para tubos onde a vedação não é feita pela rosca
Fixa o procedimento de cálculo de calibradores PASSA e NãO PASSA, de roscas paralelas.

NBR10082 – Vibração mecânica de máquinas com velocidades de operação de(600 a 12000) RPM – Bases para especificação e padrões de avaliação
Fixa as regras a serem empregadas na avaliação de vibrações mecânicas de máquinas para se ter uma comparação com medições de outras máquinas.

NBR10083 – Elevador de degrau sobre esteira
Fixa prescrições mínimas que devem ser observadas no projeto e execução das instalações de elevadores de degrau sobre esteira, para assegurar condições satisfatórias de funcionamento e segurança.

NBR10084 – Cálculo de estruturas suporte para equipamentos de levantamento e movimentação de cargas
Fixa condições exigíveis para o cálculo de estruturas suporte para equipamentos de levantamento e movimentação de cargas.

NBR10085 – Medição de temperatura em condicionamento de ar
Fixa condições exigíveis para medição de temperatura em condicionamento de ar, a fim de auxiliar o procedimento de ensaio para uso específico na utilização de outras normas.

NBR10086 – Parafuso sextavado com rosca total – acabamento fino e médio – dimensões e características mecânicas.

NBR10087 – Parafusos com cabeça sextavada e rosca parcial grau de produto C – Dimensões
Padroniza parafusos de cabeça sextavada com dimensões métricas de diâmetros de rosca de M 5 até M 48 de grau de produto C.

NBR10088 – Parafuso sextavado com rosca total – acabamento fino e médio – dimensões e características mecânicas.

NBR10089 – Parafusos – Comprimento do corpo e da parte roscada (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza comprimentos do corpo dos parafusos com cabeça e dos parafusos prisioneiros e os comprimentos da parte roscada dos parafusos de aplicação geral. Aplica-se a parafusos com diâmetros de rosca 1,6 mm até 150 mm.

NBR10090 – Registro (válvula) de pressão fabricado com corpo e castelo em ligas de cobre para instalações hidráulicas prediais – Dimensões
Padroniza dimensões e respectivas tolerâncias que devem obedecer os registros de pressão para instalações hidráulicas prediais, de água fria e/ou quente.

NBR10091 – Chumbadores – Dimensões e características mecânicas
Padroniza dimensões e características mecânicas de chumbadores.

NBR10092 – Parafuso de cabeça cilíndrica baixa com sextavado interno – Dimensões e características mecânicas
Padroniza dimensões e características mecânicas e de superfície de parafusos de cabeça cilíndrica baixa com sextavado interno.

NBR10093 – Parafuso retangular – dimensões e características mecânicas.

NBR10094 – Prisioneiros – Dimensões
Padroniza dimensões de prisioneiros dos tipos A, B e C, para engastamento em aço, ferro fundido e ligas de cobre, alumínio e metais leves, respectivamente.

NBR10095 – Engrenagem cilíndrica de evolvente – Precisão dimensional
Padroniza diferentes desvios de natureza dimensional, que ocorrem na fabricação de engrenagens cilíndricas de evolvente ou na montagem de pares de engrenagens deste tipo.

NBR10096 – Anéis de retenção para eixos – Seção retangular
Padroniza características técnicas e demais condições exigíveis na aceitação e/ou recebimento dos anéis de retenção de seção retangular para eixos.

NBR10097 – Anéis de retenção para furos – Seção retangular
Padroniza características técnicas e demais condições exigíveis na aceitação e/ou recebimento dos anéis de retenção de seção retangular para furos.

NBR10098 – Elevadores elétricos – Dimensões e condições do projeto de construção
Padroniza elevadores elétricos destinados ao transporte de passageiros em edifícios residenciais, fixando dimensões e condições do projeto de construção necessárias à sua instalação.

NBR10099 – Símbolos de engrenagens cilíndricas
Estabelece símbolos utilizados nas abreviações de termos técnicos de engrenagens cilíndricas.

NBR10100 – Tornos verticais com uma ou duas colunas e uma mesa fixa ou móvel – Ensaio para aceitação
Prescreve método para aceitação de tornos verticais, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentes desvios admissíveis.

NBR10101 – Tornos revólver – Ensaios para aceitação
Prescreve método para aceitação de tornos revólver de uma árvore e diâmetro de barra torneável maior que 25 mm, através de verificações geométricas e testes práticos, e fornece os correspondentee desvios admissíveis.

NBR10102 – Ranhura para introdução – Dimensões
Padroniza dimensões das ranhuras para facilitar a introdução de hastes cilíndricas de ferramentas, acessórios e elementos de máquinas operatrizes.

NBR10103 – Haste cônica para fixação de mandris – Dimensões
Padroniza dimensões das hastes cônicas para fixação de mandris.

NBR10104 – Fresa de topo com haste cilíndrica curta para rasgos – Dimensões
Padroniza dimensões das fresas de topo com haste cilíndrica curta.

NBR10105 – Fresa de topo com haste cilíndrica para rasgos
Fixa condições exigíveis para as fresas de topo de aço rápido, com haste cilíndrica para rasgos.

NBR10106 – Inspeção de aceitação de elementos de fixação
Fixa procedimento a ser seguido pelo comprador na sua inspeção de recebimento, quanto à decisão de quando um lote de elementos de fixação pode ser aceito ou rejeitado, quando nenhum procedimento de aceitação tenha sido combinado com o fornecedor no ato da

NBR10107 – Parafusos com cabeça sextavada e rosca total grau de produto C – Dimensões e tolerâncias
Padroniza parafusos de cabeça sextavada com dimensões métricas de diâmetros de rosca de M 5 até M 36 de grau de produto C.

NBR10108 – Elementos de fixação – Características mecânicas de parafusos sem cabeça e outros elementos de fixação roscados similares não sujeitos a tensões de tração
Fixa características mecânicas dos parafusos sem cabeça e peças roscadas similares não sujeitos a tensões de tração com diâmetros de rosca de 3 mm até 39 mm inclusive, fabricados com aço-carbono ou aço-liga.

NBR10109 – Porcas sextavadas tipo 1 – Graus de produto A e B – Dimensões
Padroniza dimensões de porcas sextavadas do tipo 1, com rosca métrica normal e fina de diâmetro M1,6 até M64.

NBR10110 – Porcas sextavadas tipo 2 – Graus de produto A e B – Dimensões
Padroniza dimensões de porcas sextavadas tipo 2, com rosca métrica normal e fina de diâmetros M5 até M39.

NBR10111 – Parafusos de cabeça quadrada de grau de produto C – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos de cabeça quadrada de diâmetros de rosca de M 8 até M 24 de grau de produto C.

NBR10112 – Parafuso de cabeça cilíndrica com sextavado interno – Grau de produto A – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos de cabeça cilíndrica e sextavado interno com diâmetros de rosca M 1,6 até M 100 inclusive e grau de produto A.

NBR10113 – Parafuso de cabeça cilíndrica com fenda – Grau de produto A – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos de cabeça cilíndrica com fenda com diâmetros de rosca M 3,5 até M 10 inclusive, do grau de produto A.

NBR10114 – Parafuso de cabeça cilíndrica arredondada com fenda – Grau de produto A – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos de cabeça cilíndrica arredondada com fenda com diâmetros de rosca M 1,6 até M 10 inclusive, do grau de produto A.

NBR10115 – Parafuso de cabeça escareada com fenda – Grau de produto A – Dimensões
Padroniza dimensões dos parafusos de cabeça cilíndrica com fenda, com diâmetros de rosca M 1,6 até M 10 inclusive, do grau de produto A.

NBR10116 – Parafuso com cabeça escareada-abaulada e fenda – Grau de produto A – Dimensões
Padroniza dimensões de parafusos com cabeça escareadas-abauladas e fenda com diâmetros de rosca M 1,6 até M 10 inclusive, do grau de produto A.

NBR10117 – Chavetas tangenciais – Dimensões
Padroniza dimensões das chavetas tangenciais e seus rasgos correspondentes, utilizadas no travamento de cubos em eixos cilíndricos, submetidos a cargas de torção não alternadas.

NBR10118 – Tela de simples torção
Fixa condições e requisitos exigíveis para encomenda, fabricação e fornecimento de telas de simples torção.

NBR10119 – Tela de simples torção de malha quadrangular e fios de aço baixo teor de carbono, zincados – Dimensões
Padroniza dimensões das telas de simples torção de malhas quadrangulares com fio de aço baixo teor de carbono zincado.

NBR10120 – Tela de simples torção de malha losangular com fios de aço de baixo teor de carbono zincados – Dimensões
Padroniza dimensões de telas de simples torção de malhas losangulares com fios de aço de baixo teor de carbono, zincados.

NBR10121 – Tela de arame de aço baixo teor de carbono zincado com malha hexagonal
Fixa condições exigíveis para encomenda, fabricação e fornecimento de telas de arame de baixo teor de carbono zincados, com malha hexagonal.

NBR10122 – Tela de arame de aço baixo teor de carbono, zincado com malha hexagonal – Dimensões
Padroniza dimensões das telas de arame de aço baixo teor de carbono zincado com malha hexagonal.

NBR10123 – Trena de fita de aço
Fixa condições exigíveis para as trenas de fita métrica de aço de uso comum e na indústria.

NBR10124 – Trena de fita – Fibra natural ou sintética (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa condições exigíveis para tremas cujas fitas métricas são construídas de fibras naturais ou sintéticas.

NBR10125 – Relógios comparadores com leitura de 0,001 mm
Fixa condições exigíveis para os relógios comparadores com leitura de 0,001 mm.

NBR10126 – Cotagem em desenho técnico (NOTA:2 ERRATAS INCORPORADAS)
Fixa princípios gerais de cotagem a serem aplicados em todos os desenhos técnicos.

NBR10127 – Descontinuidades detectadas por líquido penetrante
Classifica descontinuidades detectadas por líquido penetrante.

NBR10128 – Metais e ligas – Identificação
Prescreve método de identificação dos metais e ligas mais usados, por meio de imãs e reações químicas, que podem ser aceleradas eletroliticamente.

NBR10129 – Materiais penetrantes
Fixa condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento de materiais penetrantes.

NBR10130 – Chapas de aço – Determinação da redução porcentual da área pelo ensaio de tração na direção da espessura
Prescreve método para determinação da redução porcentual de área, através de ensaio de tração na direção da espessura, em chapas de aço com espessura maior ou igual a 10 mm.

NBR10131 – Bombas hidráulicas de fluxo
Define termos relativos às características construtivas das bombas hidráulicas de fluxo.

NBR10132 – Cálculo de condutos forçados
Fixa condições exigíveis para o cálculo dos condutos forçados metálicos, de construção soldada, destinados à condução de água sob pressão à temperatura ambiente, para utilização em aproveitamento hidrelétricos.

NBR10133 – Válvulas hidráulicas de grande porte
Define termos empregados em válvulas hidráulicas de grande porte, de produção não seriada, para água a temperatura ambiente, destinadas a instalações hidrelétricas, saneamento básico, regularização de rios, adução e distribuição.

NBR10134 – Válvulas borboleta flangeadas, de aço-carbono soldado, com vedação resiliente
Fixa condições mínimas exigíveis para fabricação e aceitação de válvulas borboleta flangeadas, de aço-carbono, de construção soldada, com sede de vedação resiliente, para uso geral no bloqueio e regulagem de fluxo de fluidos em instalações industriais e d

NBR10135 – Torneira de bóia para reservatórios prediais – Verificação das características mecânicas
Prescreve método para verificação das características mecânicas das torneiras de bóia destinadas ao emprego em reservatórios prediais de água fria.

NBR10136 – Torneira de bóia para reservatórios prediais – Verificação das características hidráulicas e acústicas
Prescreve métodos para verificação das características hidráulicas e acústicas das torneiras de bóia, destinadas ao emprego em reservatórios prediais de água fria.

NBR10137 – Torneira de bóia para reservatórios prediais
Fixa condições exigíveis de torneiras de bóia destinadas ao emprego em reservatórios prediais de água fria.

NBR10138 – Sistemas hidráulicos e pneumáticos
Define termos empregados para todos os sistemas hidráulicos e pneumáticos industriais ou de movimentação, excluindo-se certas particularidades empregadas na indústria aeronáutica.

NBR10139 – Sistemas hidráulicos de potência – Requisitos gerais para aplicação de equipamento para sistemas de transmissão e controle
Fixa requisitos mínimos gerais para aquisição de sistemas hidráulicos e define as responsabilidades dos fabricantes e usuários de sistemas hidráulicos.

NBR10140 – Sistemas hidráulicos e pneumáticos – Pressões nominais
Padroniza uma série de pressões nominais, da qual devem ser escolhidos os valores utilizados em outras normas, relacionadas aos sistemas hidráulicos e pneumáticos.

NBR10141 – Sistemas hidráulicos de potência – Especificações técnicas para reservatórios
Fixa condições exigíveis para o projeto, construção e seleção de reservatórios para sistemas hidráulicos. Providencia o funcionamento adequado e facilidade para manutenção; possibilita liberdade do projeto aos fabricantes dentro destes requisitos básicos.

NBR10142 – Condicionador de ar tipo compacto – Ensaios de aceitação em fábrica
Prescreve método de ensaio em fábrica de condicionadores do tipo compacto, visando avaliar se o desempenho desses equipamentos está compatível com as especificações do fabricante.

NBR10143 – Compressores de ar
Classifica compressores de ar.

NBR10144 – Compressor de ar
Define termos técnicos empregados em atividade relacionada com componentes de ar.

NBR10145 – Talha de cabo com acionamento motorizado – Metodologia de ensaios
Prescreve métodos de ensaio das talhas de cabo com acionamento motorizado.

NBR10146 – Critérios de utilização de talhas de cabo com acionamento motorizado
Fixa condições mínimas exigíveis para a inspeção, instalação, ensaios operacionais, manutenção e operação de talhas de cabo com acionamento motorizado, visando garantir a segurança na sua utilização e fornecer, aos usuários, informações gerais sobre as ca

NBR10147 – Aceitação, inspeção de rotina e inspeção periódica de escadas rolantes
Fixa condições exigíveis para aceitação, inspeção de rotina e inspeção periódica, bem como os ensaios aplicáveis a cada caso de escadas rolantes abrangidas pela NBR 8900, de forma a garantir o funcionamento previsto, sem prejuízo do atendimento de disposi

NBR10148 – Fogões, fogões de mesa, fornos e fogareiros a gás de uso industrial
Define termos empregados em aparelhos de cocção, para uso em conjuntos coletivos (não domésticos), que utilizem combustíveis gasosos.

NBR10149 – Turbinas a vapor para serviços gerais
Prescreve requisitos míninos necessários para o fornecimento de turbinas a vapor para serviços gerais. Entende-se como turbinas para serviços gerais as turbinas horizontais ou verticais indicadas para aplicações onde as condições de vapor não excedam a 4,

NBR10150 – Radiografia – Inspeção de soldas de topo em vasos de pressão e tanques em armazenamento – Critérios de aceitação
Fixa condições exigíveis para aceitação de soldas de topo em vasos de pressão e tanques de armazenamento.

NBR10151 – Acústica – Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – Procedimento
Fixa as condições exigíveis para avaliação da aceitabilidade do ruído em comunidades, independente da existência de reclamações. Especifica um método para a medição de ruído, a aplicação de correções nos níveis medidos se e ruído apresentar característica

NBR10152 – Níveis de ruído para conforto acústico (NOTA:ERRATA INCORPORADA)
Fixa níveis de ruído compatíveis com o conforto acústico em ambientes diversos.

NBR10153 – Tubulação de fibrocimento – Determinação do teor de cloretos em água de contato
Prescreve método para determinação do teor de cloretos em águas que têm contato com tubos de fibrocimento, a fim de verificar o nível de agressividade das mesmas.

NBR10154 – Tubulação de fibrocimento – Determinação do teor de cálcio e magnésio por cálculo, em águas de contato
Prescreve método para determinação dos teores de cálcio e magnésio por cálculo, em águas que terão contato com tubos de fibrocimento, a fim de verificar o nível de agressividade das mesmas.

NBR10155 – Projeto e execução de tubulações de fibrocimento
Fixa condições exigíveis no projeto e execução de tubulações de fibrocimento.

NBR10156 – Desinfeccao de tubulações de sistema publico de abastecimento de agua
Fixa condições exigíveis para a lavagem e desinfecção de tubulações de sistemas públicos de abastecimento de água, usando gás cloro ou compostos clorados. Aplica-se também à lavagem e desinfecção de peças e acessórios que completam a tubulação, devendo se

NBR10157 – Aterros de resíduos perigosos – Critérios para projeto, construção e operação
Fixa as condições mínimas exigíveis para projeto e operação de aterros de resíduos perigosos, de forma a proteger adequadamente as coleções hídricas superficiais e subterrâneas próximas, bem como os operadores destas instalações e populações vizinhas.

NBR10158 – Tampão circular de ferro fundido – Dimensões (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza dimensões de tampões circulares de ferro fundido, não estanques, utilizados nos serviços de distribuição de água, esgoto, telefone, gás, força, luz, etc.

NBR10159 – Tampão circular de ferro fundido – Ensaios mecânicos
Prescreve método de aplicação da carga de controle e medição da flecha residual, em tampões circulares de ferro fundido.

NBR10160 – Tampão circular de ferro fundido
Fixa condições exigíveis para recebimento de tampões circulares de ferro fundido, não estanques, utilizados nos serviços de distribuição de água, esgoto, telefone, gás, força, luz etc.

NBR10161 – Conector terminal de cabo para bateria chumbo-ácido de partida
Fixa condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento dos conectores terminais de cabos para bateria chumbo-ácido de partida.

NBR10162 – Conector terminal de cabo para bateria chumbo-ácido de partida – Verificação das características elétricas e mecânicas
Prescreve método pelo qual devem ser ensaiados os conectores terminais de cabo para bateria chumbo-ácido de partida.

NBR10163 – Arame redondo de aço-cromo-vanádio beneficiado para molas de solicitação dinâmica
Fixa condições exigíveis para arame redondo de aço-cromo-vanádio beneficiado, destinado a fabricação das molas para válvulas de motores alternativos de combustão interna e outras molas que requeiram elevadas propriedades de resistência à fadiga.

NBR10164 – Arame redondo de aço-cromo-silício beneficiado para molas de solicitação estática
Fixa condições exigíveis para arame redondo de aço-cromo-silício beneficiado, usado na confecção de molas em geral para aplicação estática quando usado em temperaturas moderadamente elevadas.

NBR10165 – Arame redondo de aço-carbono beneficiado para molas de solicitação estática
Fixa condições exigíveis para arame redondo de aço-carbono beneficiado usado na confecção de molas em geral para aplicação estática.

NBR10166 – Platô da embreagem – Medição dos parâmetros funcionais
Prescreve o método para medição, em bancada de ensaio, dos parâmetros: batimento axial nos dedos da mola diafragma ou nas extremidades das alavancas do platô da embreagem, paralelismo e recuo da placa de pressão, força de debreagem e força total do platô

NBR10167 – Conector terminal de cabo para bateria chumbo-ácido de partida – Formas e dimensões (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Padroniza dimensões e características para a construção de conectores terminais de cabos para baterias chumbo-ácido de partida.

NBR10168 – Volante da direção – Características
Fixa condições mínimas exigíveis para volantes da direção utilizados em veículos rodoviários automotores, excluídos ciclomotor, motoneta e motocicleta.

NBR10169 – Volante da direção – Determinação das características
Prescreve método para determinação das características dos volantes da direção utilizados em veículos rodoviários automotores.

NBR10170 – Lanterna indicadora de direção
Fixa condições exigíveis para lanternas indicadoras de direção dianteira, traseira e lateral utilizadas em veículos rodoviários automotores, com ou sem compartimento de carga tendo, pelo menos, quatro rodas, e em seus rebocados.

NBR10171 – Lanterna da marcha à ré
Fixa condições exigíveis para a lanterna da marcha à ré utilizada em veículos rodoviários automotores, com ou sem compartimento de carga com pelo menos quatro rodas, e em seus rebocados.

NBR10172 – Código nacional de produtos-padrão EAN – Codificação, estrutura lógica e dimensões
Padroniza características de codificação, estrutura lógica e dimensões do Código Nacional de Produtos – padrão EAN (ou, simplesmente, código de barras EAN) adotado como padrão nacional através do Decreto Presidencial número 90595, para a codificação de pr

NBR10173 – Código Nacional de Produtos – Padrão EAN
Fixa condições exigíveis para a construção e impressão dos símbolos, bem como descrever e apresentar o uso do calibrador padrão EAN (ou, simplesmente, código de barras EAN) adotado como padrão nacional.

NBR10174 – Identificação, localização, impressão e marcação do Código Nacional de Produtos – Padrão EAN
Fixa procedimentos a serem seguidos pela empresa para identificação de seus produtos junto a autoridade nacional designada.

NBR10175 – Código Nacional de Produtos – Padrão EAN – Determinação das características de cores, contrastes, reflexibilidade e controle da qualidade
Prescreve método para determinação das características de cores, contraste, reflexibilidade e requisitos de controle da qualidade de impressão referentes ao Código Nacional de Produtos-Padrão EAN.

NBR10176 – Disco flexível de 200mm de uma face e densidade simples – Portabilidade de dados e programas – Características físicas, mecânicas e de gravação das trilhas
Padroniza características físicas, magnéticas e de gravação do disco flexível de 200 mm (8 polegadas) de uma face e densidade simples, de modo a permitir o intercâmbio de informações e programas entre sistemas de processamento de dados. Esta norma define

NBR10177 – Conveses e plataformas de embarcações
Define termos empregados em conveses e plataformas de embarcações e estabelece os correspondentes termos na língua inglesa.

NBR10178 – Materiais de fundição – Determinação da perda ao fogo
Prescreve número de determinações da perda ao fogo de materiais de fundição.

NBR10179 – Preparação da dispersão-padrão para o ensaio de cola em pó para fundição
Fixa condições exigíveis da dispersão-padrão para o ensaio de cola em pó para fundição.

NBR10180 – Areia-base de fundição – Determinação do teor de sílica, pelo método da fluorização
Prescreve método de determinação do teor de sílica, por fluorização, em areia-base de fundição.

NBR10181 – Ligas ferroboro – Determinação da composição química
Prescreve método para determinação de boro em ligas de ferroboro.

NBR10182 – Lavra de jazidas de minerais metálicos, não-metálicos e carvão
Define termos empregados na lavra de jazidas de minerais metálicos, não-metálicos e carvão.

NBR10183 – Recebimento, armazenagem e manuseio de materiais e equipamentos para proteção catodica
Fixa condições exigíveis para o recebimento, armazenagem e manuseio de materiais e equipamentos, utilizados em sistemas de proteção catódica por corrente galvânica ou corrente impressa.

NBR10184 – Coletores solares planos líquidos – Determinação do rendimento térmico
Prescreve método de ensaio para determinação do rendimento térmico de coletores solares planos para líquidos.

NBR10185 – Reservatórios térmicos para líquidos destinados a sistemas de energia solar – Determinação de desempenho térmico
Prescreve métodos de ensaios que permitam avaliar o coeficiente global de fluxo de calor para o ambiente, as capacidades de carga e descarga de reservatórios térmicos empregados em sistemas de utilização térmica de energia solar.

NBR10186 – Materiais têxteis – Determinação da solidez de cor ao alvejamento com hipoclorito
Prescreve método para a determinação da solidez de cor de materiais têxteis a ação de banhos alvejantes contendo hipoclorito de sódio.

NBR10187 – Regras gerais para efetuar ensaios de solidez de cor em materiais têxteis (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Fixa condições exigíveis referentes aos métodos de ensaio individuais, para a determinação de solidez das cores de materiais têxteis.

NBR10188 – Materiais têxteis – Determinação da solidez de cor à ação do ferro de passar a quente
Fixa modo pelo qual deve ser executado o ensaio de solidez de cores à ação do ferro de passar à quente.

NBR10189 – Tear
Define termos empregados em teares.

NBR10190 – Cones para acondicionamento de fios têxteis com inclinação 5 graus 57′ – Dimensões
Padroniza dimensões e tolerâncias dos cones para acondicionamento de fios com enrolamento cruzado, e inclinação 5 graus 57′, bem como as dimensões e tolerâncias dos gabaritos para se conferir as dimensões do cone.

NBR10191 – Amostragem de lã para determinação do fator de correção de massa
Fixa condições exigíveis para a amostragem de lã e produtos de lã, com vistas a fornecer material para a determinação do fator de correção de massa em relação à taxa comercial de condicionamento. E aplicável à lã lavada, cardada, penteada, pedaços e resíd

NBR10192 – Lã – Determinação da massa seca
Prescreve método para determinação da massa seca de amostras de lã e/ou subprodutos. Aplica-se para determinação do teor de umidade da lã nas formas lavada, carbonizada, penteada, pedaços e resíduos carbonizados ou não, desde que com teor de impurezas inf

NBR10193 – Cálculo da massa de lã condicionada
Fixa condições exigíveis para a execução do cálculo da massa condicionada de lotes de lã.

NBR10194 – Amostragem de lã bruta
Fixa condições exigíveis para a amostragem de lotes de lã bruta pelo método de caladuras, com vistas a fornecer material para a determinação do teor de lã, rendimento, diâmetro médio de fibras e material vegetal.

NBR10195 – La – Determinação do teor do material insolúvel em álcali
Prescreve método para determinação do teor de material insolúvel em álcali de amostras lavadas de lã.

NBR10196 – Saco trançado de polipropileno e/ou polietileno de alta densidade e componentes
Define termos empregados na fabricação de fio, fita ou ráfia, tecido e saco trançado de polipropileno e/ou polietileno de alta densidade e componentes.

NBR10197 – Saco trançado de polipropileno e/ou polietileno de alta densidade e componentes
Classifica tipos de sacos trancados de polipropileno e/ou polietileno de alta densidade e componentes.

NBR10198 – Transformador para F.I., bobina de R.F. e bobinas especiais
Define termos aplicáveis aos transformadores de freqüência intermediária (F.I.), às bobinas de radiofreqüência (R.F.) e às bobinas especiais, utilizadas em equipamentos eletrônicos profissionais e de entretenimento, que operam nas faixas normais de radiof

NBR10199 – Conversores analógico-digitais e voltímetros digitais CC
Fixa condições exigíveis dos conversores analógico-digitais e voltímetros digitais CC, quanto às suas propriedades elétricas e funcionais.

NBR10200 – Conversores analógico-digitais e voltímetros digitais CC – Ensaios
Prescreve método de ensaio para conversores analógico-digitais e voltímetros digitais CC, de modo a verificar a conformidade dos mesmos com os dados técnicos fornecidos pelo fabricante.

NBR10201 – Divisores indutivos de potencial
Fixa condições exigíveis para divisores indutivos de potêncial projetados para fornecer relações de tensão de elevada exatidão, em uma determinada faixa de freqüência, e planejados para funcionar com carga desprezível em sua saída.

NBR10202 – Buchas de tensões nominais 72,5 – 145 e 242 kV para transformadores e reatores de potência – Características elétricas, construtivas, dimensionais e gerais
Padroniza características elétricas, construtivas, dimensionais e gerais de buchas de tensão nominal de 72,5 – 145 e 242 kV, tipo exterior-imersas, para transformadores e reatores para sistemas de potência, sendo o meio isolante da extremidade imersa o ól

NBR10203 – Preparo da amostra para exame microbiológico
Fixa condições exigíveis ao preparo de amostras para o exame microbiológico de produtos alimentícios de origem animal e vegetal, não envasados.

NBR10204 – Determinação do número de bactérias coliformes – Contagem de coliformes em placas
Fixa as condições exigíveis para à determinação do número de bactérias coliformes em produtos alimentícios.

NBR10205 – Açúcar refinado – Determinação do teor de açúcares redutores para a faixa de 0,02% m/m a 0,33% m/m
Prescreve método para determinação de açúcares redutores em açúcar refinado cujo teor seja maior do que 0,02% m/m e menor do que 0,33% m/m.

NBR10206 – Açúcar – Determinação de granulometria
Prescreve método para determinação de granulometria em açúcar com distribuição granulométrica aproximadamente normal.

NBR10207 – Açúcar – Determinação de resíduo insolúvel
Prescreve método para determinação de resíduo insolúvel em açúcar.

NBR10208 – Cana-de-açúcar – Determinação de açúcares redutores no caldo
Prescreve método para determinação de açúcares redutores em caldo-de-cana.

NBR10209 – Aguas minerais e de mesa – Estreptococos fecais – Determinação do número mais provável (NMP) pela técnica dos tubos múltiplos
Prescreve método de determinação do número mais provável (NMP) de estreptococos fecais, através da técnica dos tubos múltiplos em águas minerais e de mesa, visando permitir o acompanhamento das condições higiênicas dos sistemas de captação, adução, armaze

NBR10210 – Aguas minerais e de mesa – Clostrídios sulfito redutores – Determinação do número mais provável (NMP) pela técnica dos tubos múltiplos
Prescreve método de determinação do número mais provável (NMP) de esporos de clostrídios sulfito-redutores através da técnica dos tubos múltiplos em águas minerais e de mesa, visando impedir o acompanhamento das condições higiênicas dos sistemas de captaç

NBR10211 – Aguas minerais e de mesa – Pseudomonas aeruginosa – Determinação do número mais provável (NMP) pela técnica dos tubos múltiplos
Prescreve método de determinação do número mais provável (NMP) de pseudomonas aeruginosa, através da técnica dos tubos múltiplos em águas minerais e de mesa, visando permitir o acompanhamento das condições higiênicas dos sistemas de captação, adução, arma

NBR10212 – Aguas minerais e de mesa – Bactérias heterotróficas – Contagem em placas
Prescreve método de determinação da contagem em placas de bactérias heterotróficas em águas minerais e de mesa, visando permitir o acompanhamento das condições higiênicas dos sistemas de captação, adução, armazenamento, produção e distribuição de águas mi

NBR10213 – Seguranca e higiene em laboratórios de microbiologia
Fixa condições exigíveis para segurança e higiene na utilização de laboratórios de microbiologia.

NBR10214 – Aguas minerais e de mesa – Determinação do resíduo de evaporação, seco a 180 graus Celsius
Prescreve método gravimétrico de determinação do resíduo de evaporação, seco a 180 graus Celsius, em águas minerais e de mesa.

NBR10215 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de potássio
Prescreve método espectrofotométrico de determinação de potássio em águas minerais e de mesa.

NBR10216 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de sódio
Prescreve método espectrofotométrico de determinação de sódio em águas minerais e de mesa.

NBR10217 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de fosfato
Prescreve método espectrofotométrico para determinação de fosfato em águas minerais e de mesa.

NBR10218 – Aguas minerais e de mesa – Determinação do resíduo de evaporação, seco a 110 graus Celsius
Prescreve método gravimétrico de determinação de resíduo de evaporação, seco a 110 graus Celsius, em águas minerais e de mesa.

NBR10219 – Aguas minerais e de mesa – Determinação da matéria orgânica em meio ácido
Prescreve método volumétrico de determinação da matéria orgânica carbonada susceptível de oxidação por agentes químicos oxidantes, cujo resultado é expresso pela medida de oxigênio consumido.

NBR10220 – Aguas minerais e de mesa – Determinação da matéria orgânica em meio alcalino
Prescreve método volumétrico de determinação da matéria orgânica nitrogenada, susceptível de oxidação por agentes químicos oxidantes, cujo resultado é expresso pela medida de oxigênio consumido.

NBR10221 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de dureza
Prescreve método complexométrico para determinação de dureza total, permanente e temporária em águas minerais e de mesa.

NBR10222 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de nitritos
Prescreve determinação espectrofotométrica de nitritos pelo método de diazotização, para verificar o estado de contaminação biológica em águas minerais e de mesa.

NBR10223 – Aguas minerais e de mesa – Determinação da condutividade
Prescreve método de determinação da condutividade em águas minerais e de mesa.

NBR10224 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de nitrogênio amoniacal
Prescreve determinação espectrofotométrica de nitrogênio amoniacal pelo método de Nessler, com destilação prévia da amostra, em águas minerais e de mesa.

NBR10225 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de nitrogênio albuminóide (NOTA:ERRATA A INCORPORAR)
Prescreve determinação espectrofotométrica de nitrogênio albuminóide, pelo método de Nessler, com destilação prévia da amostra, em águas minerais e de mesa.

NBR10226 – Aguas minerais e de mesa – Determinação de nitratos
Prescreve determinação espectrofotométrica de nitratos pelo método do ácido fenoldisulfônico, em meio alcalino, em águas minerais e de mesa.