Participe de um curso deste site e faça parte do Cadastro Nacional de Peritos - CLIQUE AQUIPara ter perfil no Cadastro Nacional de Peritos é necessário ter mais de 20 perícias realizadas como perito da justiça ou participar de um dos cursos oferecidos neste site.

Visite Cadraste-se Faça um curso

O Cadastro Nacional de Peritos permite orientar juízes, advogados e promotores de justiça na escolha de peritos e assistentes técnicos experientes em processos judiciais.

O Cadastro Nacional de Peritos indica, desde de 1997, uma lista que atualmente possui mais de 7.000 peritos experientes, ou que conhecem plenamente a atividade de perito e assistente técnico da parte, dispostos em mais de 1.200 municípios do país.

O Cadastro é muito útil também para indicar as empresas, órgãos públicos e particulares, profissionais experientes que forneçam laudos e relatórios para uso extrajudicial.

O Cadastro Nacional de Peritos é totalmente administrado pela empresa Cadastro Nacional de Peritos, seguindo sugestões dos cadastrados a fim de que esses tenham a melhor apresentação de seus perfis. Portanto, não se trata de um instrumento oficial. Ele serve apenas como guia para juízes, advogados e promotores de justiça que buscam nomes para nomear ou indicar à função de perito e assistente técnico.

A criação do Cadastro Nacional de Peritos se deve à necessidade de termos no país uma fonte de amplitude nacional com a indicação de nomes de profissionais que trabalhem com perícias judiciais, sejam peritos e/ou assistentes técnicos, conhecedores da prática e da burocracia do meio. Conforme é sabido, quando o perito desconhece a atividade, poderá apresentar laudo que não satisfaça ao processo, implicando, inclusive, a necessidade de uma segunda perícia, e os consequentes prejuízos ao processo. Da mesma forma, quando o assistente técnico não domina a prática e a burocracia inerentes a sua atividade na perícia judicial, possivelmente representará mal a parte pela qual responde, trazendo danos a ela.

Visite Cadraste-se Faça um curso